fbpx
Lutas

Centro Esportivo MR conclui projetos, mas estende legado

Boxe, Capoeira e Kickboxing foram desenvolvidos através de contrato via chamamento público

Marcos Ribeiro, treinador da equipe de boxe do Centro Esportivo MR
Marcos Ribeiro é o coordenador de projetos do Centro Esportivo MR (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

Com o término dos contratos via chamamento público, conforme anunciado pela Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras) na última quinta-feira (4), os projetos de boxe, capoeira e kickboxing desenvolvidos pelo Centro Esportivo MR serão encerrados no final do mês de fevereiro. As atividades presenciais continuam suspensas devido à pandemia da Covid-19. As aulas na reta final de execução dos projetos, portanto, estão sendo oferecidas virtualmente.

Os projetos organizados pelo Centro Esportivo MR revelaram talentos como os irmãos Julia Alves e Marcos Alves, consolidados no kickboxing, e Ramon Batagello, que no início do ano passou a integrar a seleção brasileira de boxe. Os três atletas se destacaram com as conquistas de cinturões, além de títulos dos campeonatos Paulista e Brasileiro, Jogos Abertos do Interior e eventos internacionais. O coordenador dos programas, Marcos Ribeiro, destacou o trabalho realizado.

“Trabalhamos com muita seriedade e comprometimento. Conseguimos oferecer as modalidades para crianças e jovens, da base ao alto rendimento. Nós também participamos de muitas competições e conquistamos diversos títulos. Foi muito satisfatório e produtivo. Crescemos e aprendemos nessa parceria com a Selam. Agradeço muito pela oportunidade. Se houver a possibilidade de um novo chamamento, vamos desenvolver um plano de trabalho e apresentar para a nova gestão”, afirmou.

PROXIMIDADE

As atividades oferecidas pelo Centro Esportivo MR atendem as determinações do Marco Regulatório (Lei Federal 13.019/2014) e seguem em formato online, o que criou um novo laço na relação com os alunos. “Ficamos mais próximos, conversamos e interagimos, mesmo sabendo que o acesso à internet não é igual para todos, mas não poupamos esforços. O esporte não abrange apenas a parte técnica, mas também a saúde, bem-estar e relação social. São vários objetivos atrelados ao mesmo ponto. Esperamos voltar com os projetos em breve”, disse Ribeiro.

Apesar do encerramento do chamamento público, o boxe continuará sendo ofertado gratuitamente pelo Centro Esportivo MR a partir de março, para crianças com idade mínima de 10 anos. As atividades acontecerão presencialmente, seguindo os protocolos de segurança, de segunda a quinta-feira, das 14h às 15h. “Temos pessoas da casa, que estão treinando e participam de competições. São meus alunos e tenho compromisso com eles. Sou fruto do Projeto Desporto de Base, tenho uma gratidão muito grande pelo PDB e, enquanto eu puder, vou levar esse legado que recebi”, finalizou.

Voltar