fbpx
Corpo & Mente

Cãibra: causas e como evitar

A cãibra: causas e como evitar

A cãibra é uma contração muscular involuntária, inesperada, dolorosa e localizada. Essa dor pode ser evitada com alongamentos e hidratação. A cãibra muscular é um fenômeno comum que acomete a maioria das pessoas pelo menos uma vez durante a vida. Ela é geralmente definida como uma contração muscular inesperada, localizada, contínua e dolorosa que pode acontecer com qualquer músculo do corpo. Entretanto, essas contrações involuntárias são mais comuns nos membros inferiores.

As cãibras musculares podem ocorrer em diversos momentos, estando associadas a fatores como uso exagerado da musculatura, sono, gravidez, doenças neuromotoras, desordens metabólicas, falta de sais minerais, desidratação e problemas endócrinos. A cãibra pode surgir em diversas situações, e algumas teorias são utilizadas para explicar tal fenômeno. As mais conhecidas são: teoria da desidratação e eletrolítica, teoria ambiental e teoria neuromuscular.

Caso a cãibra esteja instalada, uma boa forma de recuperação é realizar massagens para relaxar a musculatura

A teoria da desidratação e eletrolítica explica que a perda de água provoca um desequilíbrio nos fluídos do corpo e no sódio. Essas mudanças desencadeiam problemas na contração dos músculos. Vale destacar que as cãibras podem surgir também em pessoas com níveis de água e sódio adequados após a realização de uma atividade intensa. Entretanto, essa teoria ainda é aceita na comunidade desportiva, por isso, atletas tentam evitar as cãibras mantendo-se sempre hidratados.

A teoria ambiental relaciona a cãibra com modificações na temperatura, que podem causar a constrição de vasos sanguíneos, diminuindo o fluxo nos músculos. Segundo essa teoria, altas temperaturas ou aquelas muito baixas podem desencadear o surgimento de cãibras. Algumas cãibras são chamadas de cãibras induzidas pelo calor e surgem em virtude do aumento da temperatura, que acaba desencadeando espasmos musculares. Por fim, temos a teoria neuromuscular, segundo a qual a fadiga muscular pode causar um desbalanceamento neuromuscular localizado, interrompendo os estímulos excitatórios e inibitórios, e provocando contrações involuntárias.

COMO EVITAR?

Para evitar as cãibras, algumas medidas podem ser tomadas, tais como: realizar alongamentos antes das atividades físicas, hidratar-se antes de iniciar uma atividade e também durante a prática ou ingerir bebidas isotônicas para repor o sódio perdido. Caso a cãibra esteja instalada, uma boa forma de recuperação é a realização de massagens para que a musculatura possa ser relaxada. Além disso, é essencial a reidratação, se possível com bebidas isotônicas, e descanso.

Texto: Vanessa dos Santos (Equipe Brasil Escola)

Voltar