fbpx

Líder Esportes

Automobilismo

Bruno Leme supera rivais e polêmica em Interlagos

Piracicabano foi o melhor em todos os treinos e nas duas provas, mas é punido pela Fasp

Bruno Leme, piloto de Fórmula 1.600 da equipe Alfia
Bruno Leme dominou a oitava etapa do Campeonato Paulista de Fórmula 1.600 (Foto: Marcus Pavan Fotografia)

A oitava etapa do Campeonato Paulista de Fórmula 1.600, disputada no último fim de semana, no autódromo de Interlagos, em São Paulo, ficou marcada na carreira do piracicabano Bruno Leme. O piloto da equipe Alfia cravou o melhor tempo nas duas sessões de treinos livres, conquistou a pole no último sábado (28) e venceu as duas baterias realizadas no domingo (29), além de fazer a melhor volta de cada prova. A festa, porém, pode não ser completa: em decisão polêmica, a Fasp (Federação de Automobilismo de São Paulo) puniu o piracicabano com a desclassificação na primeira bateria. O piloto já informou que vai recorrer.

“Foi um fim de semana para ser lembrado, teve de tudo e vai ficar marcado. Venci a primeira bateria, mas uma hora e meia depois eu recebi a informação de que tinha sido desclassificado. O que aconteceu foi um toque que eu recebi na terceira volta da primeira corrida, bateram em mim na roda de trás, no lado esquerdo. Em vez de punir o piloto que causou o toque, eu fui punido! Varias pessoas, incluindo gente do staff de outras equipes, ficaram sem entender a decisão”, relatou Bruno Leme. Confira abaixo o vídeo:

A desclassificação na primeira bateria prejudicou o piloto da Alfia na segunda prova da etapa, mas o piracicabano deu a resposta dentro da pista. “Vamos ‘brigar’ com a Fasp. Na segunda bateria, em um grid com 29 carros, sendo 19 na Fórmula 1.600 e mais dez Fórmula Vee, eu tive que largar em último lugar. Isso está errado, eu deveria largar em último na categoria, não no geral. Mas largamos em vigésimo nono, fizemos uma corrida de recuperação e, na última volta, cheguei no ponteiro, passei e ganhei”, desabafou Bruno Leme.

Campeão em 2017 e 2019, o representante da Alfia luta pelo terceiro título da categoria. Vice-líder na classificação geral, o piracicabano entrou na pista de Interlagos com uma diferença de nove pontos para o primeiro colocado, já considerando os descartes previstos pelo regulamento. Bruno Leme aguarda agora a definição da Fasp em relação aos pontos da oitava jornada para saber o que terá de fazer para conquistar o tri. A decisão do Paulista de Fórmula 1.600 ocorre nas duas últimas etapas, que estão marcadas para o mês de dezembro, em rodada dupla no autódromo paulistano.

Voltar