fbpx
Automobilismo

Bruno Leme é bicampeão paulista de Fórmula 1.600

Piloto piracicabano da Alfia conquista título estadual pela segunda vez na carreira

Bruno Leme garantiu o bicampeonato paulista com uma vitória logo na primeira bateria (Foto: Marcus Pavan Fotografia)

O piracicabano Bruno Leme é bicampeão paulista de Fórmula 1.600. O título foi confirmado no último sábado (21), no autódromo de Interlagos, em São Paulo. A competição organizada pela Fasp (Federação de Automobilismo de São Paulo) teve rodada dupla no fim de semana, com duas provas válidas pela nona etapa no sábado e mais duas baterias da décima etapa no domingo (22). A disputa pelo título, porém, foi resolvida logo na primeira corrida, com a vitória do piloto da equipe Alfia.

Com 15 pódios em 16 corridas na temporada, Bruno Leme iniciou o fim de semana com 254 pontos, 16 de vantagem para o segundo colocado, Lélio Assumpção. Levando em consideração o regulamento do descarte, o piracicabano foi para a pista sabendo que um triunfo bastaria para igualar o feito de 2017, quando foi campeão estadual pela primeira vez – desde 2011 competindo na categoria, o piloto da equipe Alfia ficou com o vice-campeonato no último ano.

“Estou muito feliz com o bicampeonato paulista. Não tenho palavras para descrever, o título representa o trabalho feito no ano inteiro. O ritmo é forte nessa categoria, mas abrimos uma boa vantagem ao longo da competição, conseguimos administrar e o resultado está aí”, afirmou Bruno Leme. “Quero destacar o comprometimento da equipe e o trabalho realizado por todos. É uma conquista que deixa a sensação de dever cumprido e trabalho bem feito”, completou.

Bruno Leme, bicampeão paulista de Fórmula 1.600

Campeão em 2017, Bruno Leme repetiu o feito na atual temporada (Foto: Eves Foto/Instagram)

Além do título estadual, a equipe Alfia teve mais um motivo para comemorar no fim de semana: o piloto Alberto Cattucci subiu ao lugar mais alto do pódio na bateria inicial de domingo. Em 2019, o Campeonato Paulista foi dividido em dez etapas, sendo que cada uma delas teve duas corridas com duração de 12 voltas ou 30 minutos. Na prova final de cada jornada, houve a inversão de grid para os dez primeiros colocados. Os cinco piores resultados ao término do calendário foram descartados, ou seja, a classificação final levou em consideração 15 provas.

Voltar