fbpx
Karatê

Brasil fecha 1ª etapa da Liga Mundial sem medalhas

Quinta posição de Valeria Kumizaki foi o melhor resultado do país nos Emirados Árabes Unidos

Valeria Kumizaki, atleta da seleção brasileira de karatê
Valeria Kumizaki encerrou a participação na Premier League na quinta colocação (Foto: WKF/Reprodução)

Teve início no último fim de semana, em Fujairah, nos Emirados Árabes Unidos, a temporada 2022 da Premier League, a Liga Mundial de Karatê. A seleção brasileira, comandada pelo técnico piracicabano Diego Spigolon, foi representada por três atletas Giovani Felipin (categoria +84 kg), Valeria Kumizaki (-55 kg) e Vinicius Figueira (-67 kg). O Brasil encerrou a competição sem conquistar medalhas e teve como melhor resultado o quinto lugar de Valeria. Felipin ficou com a sétima colocação, enquanto Figueira acabou eliminado na fase de grupos do torneio.

Valeria estreou em Fujairah com derrota para a suíça Maya Schaerer (3×2), mas se recuperou ao vencer a israelense Rotem Efroni (4×0) e a eslovaca Hana Kuklova (10×1) para fechar a fase de classificação em primeiro lugar. Nas quartas de final, a brasileira perdeu para a ucraniana Anzhelika Terliuga pelo placar de 6×5. O bronze escapou na repescagem com o revés para a turca Tuba Yakan, por 2×1. “A medalha de bronze não veio, mas sou muito grata a Deus por estar em mais uma disputa. Foco nas próximas missões, porque o ano só está começando”, falou.

Eliminado na primeira fase, Vinicius Figueira começou bem na Premier League, com dois triunfos sobre Rahman Abdel Almasatfa, da Jordânia, por 3×2, e contra o búlgaro Vasil Rivov (3×0). No duelo valendo a vaga para a etapa eliminatória do torneio, porém, o brasileiro foi superado com facilidade pelo ucraniano Hnat Pak: 8×0. Já Felipin passou pela fase de grupos com duas vitórias contra o russo Daniil Kamyshov (2×1) e o egípcio Hazem Mohamed (6×3), e uma derrota para o polonês Maciej Gebka (1×0). Nas quartas de final, o lutador perdeu para o espanhol Babacar Seck por 2×1 e não repescou. “Não era o resultado esperado, mas saio daqui com um enorme aprendizado”, afirmou.

Voltar