fbpx
Opinião

Bom começo

*Capa: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians e Palmeiras deixaram boa impressão na estreia da temporada 2020. Os rivais entraram em campo nesta quarta-feira (15), pela Florida Cup, nos EUA, e já mostraram um pouco do que poderão render durante o ano, que terá Campeonato Paulista, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Libertadores. O Timão bateu o New York City por 2×1, enquanto o Verdão venceu nos pênaltis o Atlético Nacional-COL por 10×9, após empate sem gols. No sábado (18), os paulistas encerram a participação no torneio amistoso. Desta vez, o Alvinegro encara os colombianos e o Alviverde pega os americanos.

O primeiro a entrar em campo foi o Corinthians, que mostrou uma boa movimentação diante de um rival limitado tecnicamente. O técnico Tiago Nunes colocou no primeiro tempo o seu time considerado titular e Luan resolveu: dois gols, um de falta e outro em um tiro de fora da área em jogada individual. O ex-gremista teve atuação destacada e mostra motivação para retomar a carreira de sucesso de anos atrás. Na segunda etapa, com um time reserva, o Timão deu espaço para o NYC, que diminuiu o placar. Outro destaque foi Danilo Avelar, que foi deslocado para a zaga e não comprometeu.

Já o Palmeiras encarou um adversário mais qualificado, que lhe deu muito trabalho ao longo dos 90 minutos. O time brasileiro foi melhor durante o jogo, mas deu espaço em alguns momentos. Curiosamente, a equipe melhorou no segundo tempo, com os jovens da base. Os atacantes Gabriel Veron e Wesley, o meia Alan e principalmente o volante Gabriel Menino se destacaram. Este último joga muita bola. Olho nele! Felipe Melo, agora atuando na zaga central, foi bem no jogo aéreo e na liderança dentro de campo, mas ainda pecou na saída de bola. Ainda tem o cacoete de volante e deixou falhas na colocação em campo. Acho que dará certo em sua nova função, mas precisa de tempo para adaptação.

É cedo para analisar minuciosamente os novos times de Palmeiras e Corinthians. Tanto Tiago Nunes quanto Luxemburgo encaram a ‘Copa Mickey’ como treino de pré-temporada. A primeira impressão foi boa.

Erivan Monteiro é jornalista e cronista esportivo

Voltar