fbpx
Futebol

Bem na Copa Paulista, XV já pensa na Série A2

'Não é qualquer jogador que vem aqui e joga', afirma o técnico Evaristo Piza

Na briga pelo título da Copa Paulista, o XV de Piracicaba segue paralelamente analisando o mercado em busca de reforços para a Série A2 do Campeonato Paulista, em 2018. Com oito atletas no elenco que têm contrato para o Estadual do ano que vem (Alex Willian, Bruninho, Bruno Formigoni, Gilson, Lucas Cunha, Mateus Pasinato, Rafael Gomes e Washington Tito), o Alvinegro avalia alguns nomes que podem reforçar o plantel em busca do acesso para a elite do futebol paulista.

Com a manutenção de boa parte do elenco campeão da Copa Paulista em 2016, o Nhô Quim passou sufoco na Série A2 de 2017 e quase acabou rebaixado na competição estadual. Para o técnico Evaristo Piza, que deve comandar o Alvinegro na próxima temporada, é preciso ter muita cautela para avaliar o plantel. “É uma questão de muita análise, de ver as necessidades do grupo e ser pontual. Não é porque um elenco é campeão em uma competição, que ele vai ter êxito em uma competição seguinte, ou vice-versa”, afirmou o técnico.

“Acredito que no ano passado, com o título da Copa Paulista, e neste ano, com o início da Série A2, o XV tinha uma equipe competitiva que tentou trazer as peças, se reforçou e infelizmente não conseguiu ter um encaixe ao longo da competição. Por isso, teve dificuldades. É preciso bastante critério, analisar as características individuais, o conjunto da equipe, e saber, em caso de título ou eliminação, o que é que pode nos ajudar no futuro”, disse o treinador do Alvinegro, que não deu nomes, mas confirmou que o clube busca reforços.

“As conversas estão se iniciando e alguns nomes começam a surgir, mas o mais importante é se fortalecer nesse momento. Fazer com que a equipe evolua a cada jogo, que crie uma característica definida, que saibamos extrair o máximo desses atletas. Em 2018, a competição muda um pouco a característica, com 16 equipes e menos número de rebaixados. O que já percebi neste mês de trabalho no XV é que o jogador tem que ter um histórico para jogar no clube, pois é uma equipe de tradição, de massa, de torcida, e não é qualquer jogador que vem aqui, veste a camisa e joga, a pressão é grande”, complementou. O XV volta a campo sábado (26), às 16h, para encarar o Noroeste no Barão da Serra Negra. A partida é válida pela décima rodada da Copa Paulista.

Voltar