fbpx
Boxe

Batagello defende título e mira seleção brasileira

Pugilista piracicabano disputa o Campeonato Brasileiro Juvenil em Salvador (BA)

Ramon Batagello, lutador de boxe
Ramon Batagello tenta o bicampeonato brasileiro em Salvador (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Atual campeão brasileiro, o piracicabano Ramon Batagello tentará o bicampeonato em Salvador (BA). A competição será realizada entre os dias 9 e 17 de dezembro. Batagello disputa o título juvenil (91 kg) pela última vez. Em 2018, o atleta subirá de categoria. Na capital baiana, o lutador sabe que terá de lidar com uma pressão diferente em comparação com o ano passado, quando venceu o Nacional pela primeira vez, mas garante estar preparado para voltar ao lugar mais alto do pódio.

“Mudou bastante coisa do ano passado para cá. Fui campeão ano passado, muita gente assistiu a minha luta, gostou do que viu e agora sabe quem eu sou. O favoritismo não é algo que atrapalha; vou tentar dar o melhor para ganhar o campeonato novamente. Na minha cabeça, tenho que defender o título. Existe esse peso (cobrança), mas eu penso apenas em dar o meu melhor para vencer novamente”, afirmou Batagallo, que realiza a preparação nas dependências do Centro Esportivo MR.

Perguntado sobre o atual momento, o piracicabano mostra otimismo. “Em termos físicos, estou muito bem e treinando forte. O Gustavo Zandoval (técnico) está me treinando muito bem”, disse. “Acho que estou melhor do que no ano passado, minha cabeça também está melhor na questão psicológica. É claro que vou com cautela, respeitando os adversários, mas estou me preparando para conquistar a vitória. O trabalho do Zandoval está sendo muito positivo para mim”, completou.

PRIORIDADE

Além de fechar a temporada com o bicampeonato, Ramon Batagello tem outro objetivo em mente: chegar à seleção brasileira, meta que será prioridade no próximo ciclo. “Para 2018, meu objetivo é chegar na seleção brasileira. Neste ano, fui chamado para fazer alguns treinamentos, mas, infelizmente, não consegui participar. Quero ser campeão brasileiro novamente e seguir minha carreira como atleta da seleção brasileira de boxe. É algo que eu planejo”, finalizou o lutador.

Voltar