fbpx
Basquete

Baiano vê fator casa ‘crucial’ na briga por título

XV encara São João da Boa Vista, São Bernardo e Santos na final do Estadual

Douglas Gorauskas, pivô da equipe masculina de basquete do XV de Piracicaba
O técnico Baiano aprovou a marcação do XV no terceiro jogo contra Lins (Foto: Adilson Zavarize/Divulgação)

Garantido no quadrangular final do Campeonato Paulista masculino de basquete, o XV de Piracicaba conhecerá nesta segunda-feira (16) a tabela da próxima fase. Além do Nhô Quim, estão classificados São João da Boa Vista, São Bernardo e Santos. O quadrangular será disputado em turno único e será campeão o time que fizer o maior número de pontos. A sede dos confrontos decisivos será definida em reunião na FPB (Federação Paulista de Basquete).

De acordo com o técnico Baiano, a diretoria do XV vai tentar trazer o quadrangular para Piracicaba. Segundo ele, o fator quadra pode até definir o título. “A partir de agora, é sem dúvida uma decisão por jogo. Vamos reunir os quatro melhores, em um sistema de todos contra todos, e a sorte vai ser lançada. Vamos fazer o possível para trazer a decisão para Piracicaba. Se conseguirmos (jogar em casa), é meio caminho andado”, declarou o treinador quinzista.

O XV assegurou uma vaga para o quadrangular no sábado, após vencer Lins em casa por 89×65, no terceiro jogo do playoff quartas de final. Diferente do que havia acontecido na segunda partida, quando abriu ampla vantagem no primeiro período e depois permitiu a reação do adversário, o Nhô Quim se mostrou sólido durante os quatro períodos. “Infelizmente, nós brasileiros temos essa mania (relaxar). Nós abrimos vantagem e hoje (sábado) permaneceu até o fim em 20 pontos, mas as vezes acontece do time se acomodar, achar que está ganho, quando na verdade tem que jogar sério até o final para manter diferença ou abrir 40, 60 pontos. O importante é mostrar a mesma pegada”, disse o treinador, que revelou uma conversa com o elenco no intervalo do último jogo.

“Nós alertamos os jogadores no vestiário. O basquete é muito dinâmico. São João da Boa Vista, por exemplo, ganhou e eliminou Assis fora de casa. Nós não podemos dar sopa para o azar. Contra Lins, vencemos bem porque voltamos a marcar como temos que marcar”, completou Baiano.

Voltar