fbpx

Líder Esportes

Futsal

Aulas de futsal visam formação humana através do esporte

Atividades oferecidas gratuitamente pela Prefeitura de Piracicaba atendem crianças e adolescentes

Aulas de futsal do PDB são destinadas a meninas e meninos de 7 a 17 anos
Aulas de futsal do PDB são destinadas a meninas e meninos de 7 a 17 anos (Foto: Leonardo Moniz/Selam)

“Não visamos performance. Nosso olhar é para a formação humana através do esporte”. A frase do professor Gustavo Cerqueira, o Guga, resume bem a proposta das aulas gratuitas de futsal do Programa Desporto de Base (PDB), oferecidas pela Prefeitura de Piracicaba por meio da Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam). A iniciativa tem como público alvo crianças e adolescentes de 7 a 17 anos. Para participar, os interessados devem comparecer aos núcleos nos horários em que as atividades são realizadas, acompanhados por um responsável e com o documento de identidade.

Ao lado do professor Flávio Tiveron, Guga conduz as aulas de futsal realizadas no Ginásio José Carlos Callado Hebling, que fica na rua 13 de Abril, 333, no bairro Parque Prezotto. As atividades acontecem às segundas, terças, quintas e sextas-feiras, no período da manhã, das 8h30 às 10h30, e às terças e quintas-feiras, à tarde, das 14h às 17h. A modalidade também é ofertada no mini ginásio Garcia Neto (rua 13 de Maio, 2.122, Bairro Alto) e no Ginásio Municipal Dirceu de Toledo (rua Prof. Demósthenes Santos Correa, 1.133, bairro Jaraguá). Os horários de aulas podem ser consultados pelo WhatsApp (19) 98138-4880, pelo e-mail pdb@piracicaba.sp.gov.br ou pelo Instagram @selampiracicaba.

Flávio Tiveron, Guga Cerqueira e Roberto Ronaldo, professores de futsal do PDB

Flávio Tiveron, Guga e o estagiário Roberto Ronaldo nas aulas de futsal do PDB (Foto: Leonardo Moniz/Selam)

De acordo com o professor Guga, a metodologia parte do princípio de que o futsal é um jogo de equipe, mas passa pelos fundamentos da modalidade, aquecimento com bola e os exercícios de enfrentamento e coletivos. “Nesse início de trabalho, mesmo nos aspectos que priorizam os aspectos individuais do esporte, como o passe ou a recepção, nós pensamos na relação com o jogo. São ações que eles executam em duplas, depois fazemos pequenos jogos até o coletivo no final da aula”, explicou Guga, que destaca o dinamismo do futsal.

“É um jogo dinâmico, todos tocam a bola mais vezes, correm em várias direções. No vocabulário motor das crianças, qualquer atividade que é feita em um pequeno espaço e com esse dinamismo, vai provocar mais movimentos. Isso permite que as crianças desenvolvam melhor as características motoras. Não podemos nos esquecer de que o aprendizado real também passa pela interação de uns com os outros. Aqui dentro, o que vai elevar o potencial esportivo ou motor dos alunos, é essa relação”, completou o professor do PDB.

Com a prática dos esportes coletivos autorizada, conforme as diretrizes do Plano São Paulo de combate à Covid-19, as aulas presencias do programa foram retomadas em agosto. Além do futsal, estão disponíveis as seguintes modalidades: atletismo, basquete, futebol, ginástica acrobática, ginástica rítmica, handebol, karatê, voleibol e vôlei de praia. O PDB respeita os protocolos sanitários e adota medidas como o uso obrigatório de máscaras, higienização das mãos com álcool em gel 70% e o controle de fluxo dos alunos, com a finalidade de evitar aglomerações.

As atividades incluem fundamentos da modalidade, enfrentamentos e jogos coletivos

Atividades incluem fundamentos do futsal, enfrentamentos e jogos coletivos (Foto: Leonardo Moniz/Selam)

Voltar