fbpx
Atletismo

Atletismo projeta 2020 com mais competições

Trabalho realizado pelo Caldeirão traça planejamento para o próximo ciclo

Atletismo Pira 2024 - Caldeirão Futebol Clube
O atletismo piracicabano é coordenado pelo Caldeirão Futebol Clube (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

O atletismo piracicabano, coordenado pelo Caldeirão Futebol Clube, encerrou a temporada 2019 com uma medalha de prata conquistada em Marília pela atleta Gabriele Martins, nos Jogos Abertos do Interior. Antes, Piracicaba foi ao pódio nos Jogos Regionais, realizados em Botucatu: a equipe masculina faturou o vice-campeonato, enquanto o time feminino garantiu a terceira colocação. O objetivo, segundo a técnica Mazé Ferreira, é melhorar os resultados em 2020.

“Infelizmente, devido às lesões e também motivos profissionais, tivemos atletas que conquistaram a vaga para os Abertos nos Jogos Regionais, mas que não conseguiram viajar para Marília. Consequentemente, não tivemos bons resultados. Para o ano que vem, estamos com uma expectativa bem legal, principalmente porque vamos participar das competições da Federação Paulista de Atletismo, teremos mais oportunidades para melhorar os resultados e conseguir o índice para os Abertos”, destacou.

O projeto idealizado Caldeirão Futebol Clube é responsável pela massificação do atletismo em Piracicaba. Aprovado via chamamento público e desenvolvido em parceria com a Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras), o programa oferece aulas gratuitas da modalidade em quatro núcleos espalhados pela cidade. Para 2020, a expectativa é aumentar o número de participantes, conforme explicou Mazé Ferreira.

“No início do ano, vamos reestruturar o nosso trabalho de formação para trazer novos alunos para a base e formar mais atletas. A gente inicia o processo de formação trabalhando com a coordenação motora e a parte cognitiva. As competições servirão de incentivo para as crianças da base. Para 2020, já temos agendadas quatro etapas do Circuito Regional, que é só para a base. A primeira deve acontecer em março”, finalizou a técnica.

AULAS

Os interessados em participar das atividades promovidas pelo Caldeirão devem ter no mínimo 7 anos de idade. As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h, no estádio Barão da Serra Negra; segundas e quartas-feiras, das 9h30 às 11h30 e das 14h30 às 16h30, no Jardim Tóquio; quartas e sextas-feiras, das 18h às 20h, no Bosques do Lenheiro. No bairro Tatuapé, as aulas ocorrem às sextas-feiras, das 16h30 às 18h, e aos sábados, das 9h30 às 12h.

Voltar