fbpx
+ Esportes

Atleta completa ultramaratona mais difícil do mundo

Urbano Cracco percorreu o total de 246 km em condições adversas na Grécia

Urbano Cracco, ultramaratonista do CCP
Urbano Cracco foi o melhor sul-americano da prova realizada na Grécia (Foto: Sparta Photography Club)

O atleta Urbano Cracco, preparador físico do CCP (Clube de Campo de Piracicaba), conquistou o 19º lugar na Spartathlon, ultramaratona disputada no mês de setembro em Atenas, na Grécia. A 36ª edição da prova reuniu os 400 melhores ultramaratonistas do planeta e teve um percurso de 246 km entre as cidades de Atenas e Esparta. No caminho, os desafios encontrados foram variados: estradas de terra, escalada de montanha, escuridão e temperaturas abaixo de zero.

“Foi um verdadeiro teste de resistência humana. A prova reuniu atletas que foram escolhidos por índices extremamente difíceis”, relatou Urbano, que foi o sul-americano com o melhor tempo no Spartathlon, com 27h26min14. A ultramaratona tem contexto histórico e refaz o caminho percorrido pelo soldado mensageiro Fidípides no ano de 490 a.C., quando Atenas foi atacada pelos persas. Fidípides foi correndo à cidade de Esparta para pedir ajuda ao Rei Leônidas e seu exército, antes da batalha de Maratona.

DIFICULDADES

Com largada às 7h da manhã em Atenas, os atletas que participaram da prova tiveram um tempo limite de 36 horas para percorrer os 246 km da Acrópole até os pés da estátua do Rei Leônidas, em Esparta. De acordo com Urbano, o grau de dificuldade aumentou devido às condições climáticas. “Fomos surpreendidos por um ciclone, que atingiu a Grécia ao longo da competição. Nós enfrentamos chuva e ventos fortes no caminho inteiro. De todos os participantes, apenas 238 conseguiram resistir às dificuldades e concluir o percurso dentro do limite”, ressaltou.

De volta ao Brasil, o preparador físico do CCP já sabe qual será o próximo desafio: a Ultramaratona de Manaus, no Amazonas. A disputa acontece em novembro, numa prova de 12 horas que é válida pela IAU (sigla em inglês para Associação Internacional de Ultramaratonistas), órgão que regulamenta a modalidade no mundo. “Pretendo atingir os índices para o Campeonato Mundial de 24 horas e também para o continental de 100 km, que será realizado no ano que vem”, revelou Urbano.

Urbano Cracco, ultramaratonista do CCP

O atleta Urbano Cracco ficou com a 19º colocação no Spartathlon (Foto: Sparta Photography Club)

Voltar