fbpx
Futebol

Ativo, Kadu destaca vantagem e pede atenção no Canindé

Atacante faz alerta para jogo de volta: 'Nós não podemos entrar tranquilos em campo'

Kadu, atacante do XV de Piracicaba
Kadu é titular no ataque do XV de Piracicaba (Foto: Michel Lambstein/Líder Esportes)

A vitória do XV de Piracicaba diante da Portuguesa, por 3×2, pelo jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista da Série A2, foi a melhor partida de Kadu na competição. Ativo no jogo, o atacante foi peça importante para o triunfo quinzista. Após sair perdendo pelo placar de 2×0, o Nhô Quim reagiu na primeira etapa e buscou a virada no segundo tempo com três gols de Daniel Costa, na última segunda-feira (7). Kadu destacou o poder de reação do Alvinegro, que jogará em São Paulo podendo empatar para avançar às semifinais.

“Os jogos são sempre difíceis no mata-mata e com dez minutos tomar dois gols fica mais complicado ainda. Nós sabíamos das dificuldades que iríamos encontrar na partida contra a Portuguesa, mas a equipe conseguiu reagir rápido e colocamos na cabeça que era possível reverter o resultado. Temos que trabalhar forte essa semana para consertar os erros, porque só passa para a próxima fase quem consegue errar menos”, afirmou o atacante, que deve ser titular novamente no Canindé.

A partida de volta está agendada para a próxima segunda-feira (14), às 17h, em São Paulo. O XV de Piracicaba precisa do empate para conquistar a classificação. A Lusa tem que vencer por dois gols de diferença para avançar. Em caso de triunfo da Portuguesa por vantagem mínima, a decisão será nos pênaltis. Vale recordar que não existe gol qualificado fora de casa no Campeonato Paulista. Perguntado sobre a expectativa para o jogo, Kadu disse que o confronto segue totalmente aberto.

“Não tem nada definido ainda. Estamos com uma vantagem boa que é o empate, mas isso não significa que temos que entrar tranquilos em campo”, disse o atacante, que pediu atenção do início ao fim. “Tudo pode mudar no decorrer do jogo, então todos nós já sabemos que vai ser uma partida difícil. A Portuguesa é um adversário forte e lá eles também estão acreditando na classificação. Temos que ter consciência disso e jogar os 90 minutos ligados”, completou o jogador do XV.

Voltar