fbpx

Líder Esportes

Canoagem

Ascapi tenta manter boa sequência no Sul

Equipe piracicabana disputa a segunda etapa da Copa Brasil Slalom

Bruno Cataldo, atleta de canoagem da Ascapi
Promessa da equipe, Bruno Cataldo busca mais um título no Rio Grande do Sul (Foto: Fábio Canhete)

A Ascapi/Selam (Associação de Canoagem de Piracicaba) está em Três Coroas (RS) para a disputa da segunda etapa da Copa Brasil de Canoagem Slalom. A competição tem início nesta sexta-feira (27), com a prova por equipes e as classificatórias individuais. No sábado (28), serão realizadas as semifinais. As finais, que reúnem os dez melhores atletas em cada categoria, acontecem no domingo (29). A equipe piracicabana viajou com cinco atletas e trio formado por Germano Zaniboni, Gustavo Gozzo e Marcela Teixeira, que integrará o quadro de arbitragem.

Após estrear com bons resultados na primeira etapa, realizada em março no Complexo Olímpico de Deodoro, no Rio de Janeiro, a Ascapi chegou ao Rio Grande do Sul com antecedência para fazer o reconhecimento do percurso instalado rio Paranhana. O trecho de 250 metros de corredeiras é considerado de alto nível técnico, pelo fato de ser readequado para a prática da modalidade, com colocação estratégica de pedras e obstáculos, potencializando a canalização do fluxo de água. Apesar do grau de dificuldade, o clima é de confiança.

“A expectativa é muito boa. O grupo vem treinando forte e começou bem a temporada, no Rio de Janeiro. Apesar de estarmos na metade do ciclo de treinamentos, com o pico da performance programado para outubro, quando será realizada a seletiva nacional, a prova de Três Coroas integra o nosso planejamento e será um excelente teste para analisarmos o desempenho dos nossos atletas. Destaco a experiência do grupo, fator que pode ser decisivo em uma prova nacional e de alto nível técnico”, afirmou o coordenador técnico Gustavo Gozzo.

CATEGORIAS

Na prova por equipes, Denis Quellis, Pedro Aversa e Thiago Serra defendem o título da categoria C2 sênior, e também competem na canoa individual (C1). A promessa Bruno Cataldo participa da canoa individual júnior, enquanto João Vitor Martins Machado compete no caiaque sênior (K1). Na prova de caiaque, embarcação instável, o atleta utiliza um remo com duas pás, alternando a remada. Na canoa, de maior estabilidade, o canoísta usa um remo com apenas uma pá.

Voltar