fbpx
Canoagem

Ascapi estreia na Copa BR e visa ‘ano vencedor’

Primeira competição oficial de 2017 será realizada no mês de abril, no Paraná

Gustavo Gozzo, treinador da Associação de Canoagem de Piracicaba - Ascapi
O técnico Gustavo Gozzo está confiante para a temporada 2017: 'O grupo é bom' (Foto: Arquivo Pessoal)

A Ascapi/Selam (Associação de Canoagem de Piracicaba) estreia em 2017 na cidade de Tomazina (PR), que será palco para a primeira etapa da Copa Brasil de Canoagem Slalom. A competição está marcada para os dias 21, 22 e 23 de abril no Estado do Paraná. A equipe, que manteve a base do grupo em relação ao ano passado, treina na lagoa do Parque da Rua do Porto de olho no primeiro evento da temporada, cujo calendário será dividido entre torneios nacionais e internacionais.

“O trabalho realizado na pré-temporada tem sido muito intenso. O nosso grupo tem atletas de grande potencial, como o Thiago Serra e o Denis Quellis, que estão na seleção brasileira. A CBCa (Confederação Brasileira de Canoagem) investiu bastante na preparação física”, contou o técnico Gustavo Gozzo. “O pessoal de Piracicaba está treinando muito bem, alguns nomes importantes permanecem, como é o caso de Pedro Aversa, Thiago Diniz e William Ferraz. Algumas mudanças sempre acontecem, mas estamos formando uma boa equipe”, completou o treinador.

CALENDÁRIO

Após a primeira etapa da Copa do Brasil, a ser realizada em abril, a Ascapi encara uma sequência de competições de alto nível. Gustavo Gozzo destaca seis eventos: no mês de julho, acontece o Mundial de Canoagem Júnior e Sub-23, em Bratislava, na Eslováquia; em setembro, Mundial Sênior, na França; em outubro, será realizado o Campeonato Brasileiro da 1ª e 2ª divisão, torneio que serve como Seletiva Nacional para definir os atletas que disputarão competições fora do país e a equipe de alto rendimento; no mesmo mês, Charlotte (EUA) recebe o Pan de Canoagem; em novembro e dezembro, acontecem o Sul-americano em Lima, no Peru, e a última etapa da Copa do Brasil, respectivamente.

Perguntado sobre as expectativas em relação aos objetivos traçados para o ano, Gustavo Gozzo é otimista, mas mostra certa cautela. “Pensando nos atletas que temos e contando com o Thiago e o Denis treinando na seleção, as expectativas são as melhores. Nós sempre almejamos o primeiro lugar, mas nem sempre as coisas acontecem como queremos. Todos estão treinando muito forte, muito focados e acredito em melhorias. Além disso, alguns atletas estão subindo para as categorias da primeira divisão. O trabalho de formação é rotativo”, finalizou o técnico.

Voltar