fbpx
Lutas

Araxá Capoeira realiza evento em Piracicaba

Atividades terão início nesta sexta-feira (24) e incluem batizado e graduação

Associação Desportiva e Cultural Araxá Capoeira

A Associação Desportiva e Cultural Araxá Capoeira realiza neste fim de semana o 2º Batizado, Troca de Graduações e Consagração de Mestre. O evento tem início na sexta-feira (24), às 19h, com a vivência de maculelê com o mestre Rasta (Grupo Terra Preta Capoeira), em atividade que será realizada no Centro Comunitário do Jupiá. No sábado (25), a programação começa às 10h com a roda de capoeira na praça José Bonifácio, enquanto a abertura oficial está marcada para as 14h, novamente no Centro Comunitário do Jupiá. A expectativa da organização é de que 200 pessoas participem das atividades.

“Nesse evento, será realizado em especial a consagração de um dos componentes da associação, o contramestre Nelinho, o qual será consagrado como mestre de capoeira. Ele desenvolve um trabalho social no Centro Comunitário do Jupiá para as crianças do bairro, sem nenhum custo, e está na capoeira há mais de 20 anos”, afirmou o contramestre Adriano Rigo. O trabalho desenvolvido pela Araxá Capoeira tem apoio do Centro Esportivo MR e da Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras).

Fundada em novembro de 2015, a associação desenvolve trabalhos sociais nos bairros do Jupiá e Costa Rica (Escola da Família), além de promover aulas aos sábados para alunos de nível avançado no Centro Esportivo MR. “Os formados trabalham a capoeira como ferramenta de inserção social. A associação conta com a participação ativa dos familiares e responsáveis. Inclusive, um dos critérios para a troca de graduação é o bom comportamento e aprovação escolar”, completou o contramestre.

O evento deste fim de semana tem na programação a tradicional roda de capoeira, apresentação maculelê e o jantar de confraternização. A Associação Desportiva e Cultural Araxá Capoeira também realiza no último dia de cada mês uma roda de capoeira mensal, a qual conta com o apoio e participação de grupos de Piracicaba e região.  A prática visa a divulgação da modalidade, que recentemente foi tombada como “Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade”, e tem como padrinho de fundação o mestre Rasta, ícone da capoeira de Ribeirão Preto.

Voltar