fbpx
Ginástica Artística

Após estreia olímpica, Diogo Soares quer vaga em Mundial

Ginasta que representou o Brasil nos Jogos de Tóquio agora faz planos para nova competição

Diogo Soares, ginasta da Academia Pira Olímpica
Diogo tem como principal objetivo para 2022 a participação no Campeonato Mundial de Liverpool, em outubro

*Fotos: Leonardo Moniz/Líder Esportes

A temporada 2021 terminou na última sexta-feira (17) para o ginasta Diogo Soares e o treinador Daniel Biscalchin. A dupla piracicabana, que representa a Academia Pira Olímpica e completou o primeiro ciclo olímpico com a final individual geral alcançada nos Jogos de Tóquio, já mira a classificação para Paris, que será sede para as Olimpíadas de 2024. O planejamento está traçado, com a volta aos treinamentos prevista para o dia 10 de janeiro. Em 2022, o atleta deve participar de uma série de competições internacionais. A expectativa é pela presença no Mundial de Liverpool, em outubro.

“Nossa estratégia foi encerrar o ano treinando em alto rendimento, mantivemos a dificuldade e o condicionamento físico pensando na volta em janeiro em um bom nível, com uma alta carga de intensidade. No início, faremos 15 dias com foco no trabalho preventivo, flexibilidade e coordenação. A ideia é adicionar exercícios e elementos que ele pratica nos aparelhos gradativamente, a partir de fevereiro. Estamos aguardando a divulgação do calendário oficial, mas o principal objetivo é a vaga para o Mundial em Liverpool, no mês de outubro”, afirmou Biscalchin.

A expectativa do treinador é de que o ginasta também participe da Universíade e de pelo menos duas etapas da Copa do Mundo na próxima temporada, além do Campeonato Brasileiro Adulto. “Vamos trabalhar em cima disso, planejando as séries e os aspectos técnicos e táticos. Estamos de olho no novo código da FIG (Federação Internacional de Ginástica)”, completou o técnico.

O técnico Daniel Biscalchin e o ginasta Diogo Soares se preparam para o Pan-Americano de Ginástica

Após encerrar 2021 em alto nível, dupla retomará os treinamentos em janeiro da próxima temporada

MOTIVAÇÃO

Diogo Soares diz que entra em 2022 com objetivos diferentes. Apesar do ciclo olímpico ‘enxuto’, o ginasta afirma que está tranquilo, mesmo sabendo que não pode perder tempo. “Participei das Olimpíadas de Tóquio e dei uma relaxada na volta, psicologicamente falando, pois continuo treinando forte, até melhor do que eu estava, com mais empolgação. Quero chegar aos Jogos de 2024 com resultados ainda melhores. É uma luta contra o tempo, três anos passam voando e há pouca margem de evolução nesse tempo. Sei da importância de cuidar do corpo e da mente”, falou, sem esconder a principal meta para o próximo ano.

“O maior objetivo competitivo é o Mundial, na Inglaterra. Eu nunca participei do Mundial Adulto, é uma competição gigante, que pode ser comparada aos Jogos Olímpicos, e vejo isso como extremamente importante. Quero melhorar cada vez mais, ter bons resultados e mostrar evolução. Sei que, talvez, as notas sejam um pouco mais baixas no começo do ano porque estarei em um momento de transição de série e a dificuldade é maior, mas sempre treinamos pensando a longo prazo. Vamos chegar Paris melhor do que estivemos em Tóquio”, finalizou.

Voltar