fbpx

Líder Esportes

Kickboxing

Após derrota, Alves volta atenções para o Brasileiro

Em fase de preparação para o Nacional, lutador piracicabano sofre revés na Copa Lisoboxe

Marcos Alves, professor de kickboxing do Centro Esportivo MR
O título brasileiro é o principal objetivo de Marcos Alves, lutador piracicabano (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

Em fase de preparação para o Campeonato Brasileiro de Kickboxing, que acontece no início do próximo mês, o piracicabano Marcos Alves disputou no último sábado (21) a Copa Lisoboxe, competição organizada pela Liga Sorocabana de Boxe & Artes Marciais, que foi realizada na Ghimper Academia, em Sorocaba. O lutador, que representa as equipes Alves Fight Team e Centro Esportivo MR, competiu na categoria -75 kg e acabou derrotado pelo oponente Michael Soares, de Taboão da Serra.

“O resultado foi justo. O adversário foi melhor e eu não consegui acompanhar o ritmo dele, mas foi uma experiência muito bacana para a minha preparação para o Campeonato Brasileiro de Kickboxing, que é o meu objetivo. Na minha categoria havia apenas atletas de nível técnico muito alto. Eu fiz uma boa luta, consegui me testar e sair da minha zona de conforto, e isso aumenta ainda mais a minha expectativa para o torneio nacional”, destacou Alves.

BRASILEIRO

A 30ª edição do Campeonato Brasileiro acontecerá entre os dias 4 e 7 de setembro, no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, e servirá também como seletiva para o Campeonato Sul-Americano de Kickboxing, que será realizado em dezembro, na cidade de Cascavel (PR). Os campeões e vice-campeões de cada categoria garantem vaga para o evento internacional. Depois de conquistar o título brasileiro profissional em 2019, o lutador piracicabano agora vai em busca do ‘reinado’ no circuito amador, na divisão dos 75 kg.

“Estou bem confiante e esperançoso de que vou fazer um bom trabalho lá. Os treinos estão sendo fortes com o Gustavo Zandoval e o Marcos Ribeiro (treinadores). Eu gosto quando o intervalo entre uma competição e outra é menor porque não deixo o corpo relaxar e fico sempre treinando em alto rendimento, isso é muito bom e aumenta a confiança. O cinturão e o fato de agora o kickboxing ser uma modalidade olímpica também me motivam ainda mais”, finalizou o atleta.

Voltar