fbpx

Líder Esportes

Voleibol

Apiv ganha moral para sequência da temporada

Resultados em amistosos deixam time mais confiante para segundo semestre

Apiv - Associação Piracicabana de Voleibol
O primeiro semestre terminou com balanço positivo para a Apiv (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Reformulada dentro e fora de quadra, a equipe feminina da Apiv/Amhpla/Unimep/Selam fechou o primeiro semestre com balanço positivo. O time piracicabano, que pela primeira vez na história vai disputar a Superliga B, deu pistas na pré-temporada de que pode brigar de igual para igual com as potências do esporte, apesar do pouco tempo de trabalho. Na primeira metade do ano, o elenco comandado pelo técnico Zeca venceu cinco dos oito amistosos que disputou – entre eles o duelo contra a seleção de Camarões, país africano que vai disputar os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

A Apiv deve contratar mais três atletas para o segundo semestre desta temporada

“A equipe está passando por uma reformulação geral de atletas e comissão técnica. Apenas a Maiara (levantadora) ficou e temos duas jogadoras (Etieny e Ohana) que estão voltando de cirurgia e não jogaram em 2015. Na comissão técnica, temos dois novos integrantes que ainda estão em fase de adaptação. Foram contratadas nove atletas que também estão se ajustando ao nosso projeto nos aspectos físico, psicológico, tático e técnico. Decidimos traçar objetivos mais ousados para a temporada 2016/2017”, disse Zeca.

Além de fazer 3 sets a 0 contra a seleção de Camarões, a Apiv também passou pelo São Caetano/São Cristóvão Saúde, venceu o time juvenil de São Caetano do Sul e ainda derrotou o elenco masculino do AABB Limeira. Na sequência, o clube piracicabano enfrentou duas vezes o Renata Valinhos – após perder em casa por 3×2, a Apiv não tomou conhecimento do adversário e controlou o jogo no Ginásio Municipal Vereador Pedro Ezequiel da Silva, mostrando frieza para superar o adversário por 3 sets a 1. As outras duas derrotas sofridas na pré-temporada foram contra o já rodado time de Bauru.

“Elaboramos um planejamento dentro de nossas condições financeiras para cumprir com excelência as metas traçadas. Temos um desafio muito importante para 2016/2017, que é jogar a Superliga B e transformar o projeto com nossas atletas e filosofia de trabalho em âmbito nacional. Os resultados dos amistosos são excelentes. Vencemos a seleção olímpica de Camarões, que é 21ª colocada no ranking mundial, e ganhamos de São Caetano e Valinhos, 5º e 9º lugares, respectivamente, no ranking nacional. Fomos derrotados apenas por Bauru, que montou uma verdadeira seleção e, ao meu ver, vai brigar por títulos neste ano”, avaliou o treinador.

OBJETIVO

A equipe piracicabana tem três metas para o segundo semestre: vencer Campeonato Paulista, Jogos Abertos do Interior e buscar o acesso para a Superliga A – os Jogos Regionais, outro objetivo do time, foram cancelados. “O principal objetivo é conquistar o título dos Jogos Abertos, o que é muito importante para nossa cidade e para a Selam. Estamos formando a equipe e ainda vamos trazer três atletas, provavelmente no dia 1º de agosto teremos o elenco completo. Além disso, vivemos a expectativa de disputar como convidados a divisão especial em São Paulo e trazer a seletiva da Superliga B para Piracicaba”, completou Zeca.

Apiv - Associação Piracicabana de Voleibol

Na pré-temporada, o time feminino piracicabano despachou equipes com o orçamento mais ‘recheado’ 

Voltar