fbpx

Líder Esportes

Voleibol

Apiv ‘cede’ mais duas jogadoras para o exterior

Thaynara vai atuar no Cazaquistão, enquanto Neneca jogará na Romênia

Jéssika, jogadora de voleibol da Apiv Piracicaba
A Apiv cede jogadoras para o cenário internacional (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Campeão dos Jogos Abertos do Interior, finalista do Campeonato Paulista e ainda invicto em jogos oficiais nesta temporada, o time feminino da Apiv/Amhpla/Unimep/Selam desperta a atenção de clubes do exterior pelo trabalho feito em Piracicaba. Destaques da equipe medalha de ouro nos Jogos Abertos, em São Bernardo do Campo, as ponteiras Neneca e Thaynara estão de malas prontas para atuar fora do país: a primeira vai jogar na Romênia, enquanto a segunda disputará a Liga do Cazaquistão.

O interesse de clubes estrangeiros não é novidade para a Associação Piracicabana de Voleibol, que em janeiro deste ano, em função do calendário, liberou as atletas para atuarem por outros clubes. Na época, a central Bruninha foi para o Club Deportivo, do Peru, e a levantadora Melissa viajou ao Kosovo, onde jogou pelo KV Skenderaj. No primeiro semestre, Thaynara vestiu a camisa do Al Ahly, do Egito, e fez história no continente africano ao vencer Copa e Liga nacionais, além da Copa dos Campeões da África.

EXPERIÊNCIA

“Foi a primeira vez que joguei fora do país. É uma experiência nova e única. Apesar de eu não falar perfeitamente o inglês e muito menos árabe, o voleibol é universal. Então, dentro de quadra, a adaptação foi rápida e tudo aconteceu normalmente. Mas, fora dela, a comunicação foi muito difícil. Só o tradutor online para salvar (risos)”, disse a jogadora, que desembarcou em Cairo no fim de janeiro e depois retornou a Piracicaba para conquistar os Jogos Abertos do Interior.

Antes de pensar na decisão do Campeonato Paulista, a Apiv fecha a fase de classificação contra São José dos Campos, em duelo marcado para o dia 15 de outubro, no Vale do Paraíba. O jogo serve apenas para cumprir tabela para o time piracicabano. Renovada no início do ano, a Apiv participa em 2016 pela primeira vez da Superliga B, porta de entrada para o principal torneio nacional da modalidade. A equipe aguarda o posicionamento oficial da CBV (Confederação Brasileira de Voleibol) para conhecer o calendário.

Voltar