fbpx

Líder Esportes

Futebol

Alvinegro supera Monte Azul no Barão da Serra Negra

Mazinho, em cobrança de pênalti, anotou o gol que garantiu os três pontos para o XV

Cleiton Savedra, lateral-direito do XV de Piracicaba
A vitória contra o Monte Azul garantiu a invencibilidade do XV no Campeonato Paulista (Foto: Elcio Fabretti)

O XV de Piracicaba conquistou a primeira vitória após a retomada do Campeonato Paulista da Série A2 ao derrotar o Monte Azul por 1×0, na noite deste sábado (24), no estádio Barão da Serra Negra, em jogo válido pela sétima rodada da primeira fase da competição. O gol do Nhô Quim foi anotado por Mazinho, em cobrança de pênalti. Com o triunfo, a equipe piracicabana chegou aos 17 pontos e mantém a terceira colocação. O próximo compromisso do Alvinegro está agendado para segunda-feira (26), às 22h, contra o líder Oeste na Arena Barueri.

ESCALAÇÃO

Jogando dia sim, dia não, Moisés Egert tem apostado no rodízio entre os jogadores para não desgastar o elenco. Para o duelo em casa, o técnico colocou em campo: Matheus Nogueira; Cleiton Savedra, Renan Dutra, Adalberto e Ronaell; Felipe Manoel, Gustavo Hebling e Mazinho; Guilherme Garré, Érison e Juninho Potiguar. Aos 16min da etapa final, o treinador fez a primeira substituição: saiu Juninho Potiguar e entrou Guilherme Garré. Aos 27min, deixaram o campo Felipe Manoel, Mazinho e Érison para entrada de Baraka, Léo Duarte e Tito. Na última mudança, aos 44 min, Marlyson ocupou a vaga de Jean Dias.

RESUMO

A partida começou com 11 minutos de atraso por conta de um problema no sistema de iluminação do estádio. Logo aos 4min, os visitantes chegaram com perigo. Kaio Cristian cruzou para João Celeri, que fez o giro e chutou para fora. Aos 13min, Jean Dias recebeu pelo lado esquerdo e na tentativa de cruzamento a bola foi direto para o gol – André conseguiu desviar com as pontas dos dedos e mandar para escanteio. O XV chegou novamente aos 18min. Gustavo Hebling lançou Cleiton Savedra, que entrou livre na área, mas o lateral desperdiçou a oportunidade cara a cara com o goleiro.

Aos 22min, Érison recebeu passe de costas para o gol, se livrou da marcação de Kaique e finalizou no canto esquerdo de André, mas a bola saiu pela linha de fundo. O gol do XV saiu aos 33min após lance que confundiu a arbitragem. Jean Dias foi derrubado pelo adversário e o árbitro Danilo da Silva tinha assinalado falta próxima à risca da grande área, mas o assistente apontou pênalti e o juiz mudou a decisão. Mazinho, com categoria, cobrou rasteiro no canto direito e deslocou o goleiro para abrir o placar: 1×0.

No início da segunda etapa, o XV foi superior ao Monte Azul. Aos 4min, Mazinho se livrou da marcação e bateu colocado, mas André conseguiu defender com os pés. O Nhô Quim teve mais uma chance aos 12min. Érison avançou livre pelo meio, mas demorou para finalizar e acabou sendo travado –  a bola ainda ficou com Jean Dias, que chutou nas mãos do goleiro. Depois de ter o domínio do jogo até os 20min, o Alvinegro viu o rival ficar mais com a bola e insistir nas jogadas aéreas. Aos 35min, Lorran arriscou de fora da área e Matheus Nogueira se esticou para evitar o empate dos visitantes. A última chance, porém, foi quinzista: já nos acréscimos, Garré cobrou escanteio Cezane quase marcou contra o segundo gol do time piracicabano.

Voltar