fbpx

Líder Esportes

Futebol

Alvinegro perde e faz contas para segundo turno

Treinador elogia comprometimento da equipe piracicabana e acredita em vaga

XV de Piracicaba 3x0 Botafogo - Futebol Feminino - Magrão, goleira
A goleira Magrão fez o que pôde, mas não conseguiu evitar os gols do Audax (Foto: Líder Esportes)

O XV de Piracicaba conheceu neste domingo (21) a segunda derrota na primeira fase do Campeonato Paulista de futebol feminino. Debaixo de chuva, o time piracicabano foi derrotado pelo Osasco Audax, pelo placar de 2×1, em duelo disputado no estádio José Liberatti, em Osasco. Com a derrota, o Alvinegro permaneceu com 11 pontos e caiu para o quinto lugar no Grupo 1, fora da zona de classificação para as quartas de final. No próximo domingo (28), o XV viaja para Ribeirão Preto e encara o Botafogo pela abertura do returno.

“Foi um jogo bastante truncado, a chuva atrapalhou demais, tinha muita poça d’água e isso acabou prejudicando a partida. Levamos dois gols em chutes de longa distância de muita felicidade do adversário, não houve nenhuma chance para a Magrão (goleira). Nós criamos chances, tivemos mais oportunidades que o Osasco Audax ao longo do jogo, mas realmente estava complicado, não dava para saber o tempo da bola. Infelizmente, saímos com a derrota. Agora é tentar reverter o placar no segundo turno com o jogo em casa”, afirmou o técnico Leandro Silva.

AVALIAÇÃO

Os dois gols do time mandante foram marcados pela meia Stephane, aos 7min do primeiro tempo, e pela lateral-direita Camila, aos 20min do segundo tempo. Nos acréscimos de etapa complementar, Ana Caroline descontou de pênalti para o XV de Piracicaba. Após sete rodadas, a liderança do Grupo 1 pertence ao Rio Preto, que soma 18 pontos, seguido de Ferroviária, Ponte Preta e Audax, todos com 14 pontos ganhos. Na avaliação de Leandro Silva, o primeiro turno foi de saldo positivo para o Nhô Quim, mas o treinador ressalta a importância de evoluir para alcançar a vaga nas quartas de final.

“Dentro das nossas condições e de nossa realidade, foi um bom primeiro turno. Nós perdemos em casa apenas para o Rio Preto, que na minha opinião é atualmente a melhor equipe do país. Apesar disso, nós sabemos que temos que evoluir para chegar ao mata-mata. No segundo turno, temos que manter a mesma pegada em casa e tentar buscar mais pontos fora alcançar a classificação. As meninas estão mostrando grande comprometimento com a camisa e nós acreditamos na vaga”, finalizou o treinador.

Voltar