fbpx
Futebol

Alvinegro já contabiliza sete reforços para a Copa Paulista

Lateral Rubens Carvalho é integrado ao elenco após retornar de empréstimo do Marcílio Dias

Maykon Aquino, atacante do XV de Piracicaba
De volta ao clube, Maykon Aquino teve passagem pelo XV de Piracicaba entre 2017 e 2018 (Foto: Arquivo/Líder Esportes)

Após reformar o estatuto, o que permite que o clube se torne uma Sociedade Anônima de Futebol (SAF), o XV de Piracicaba agora volta as atenções para a montagem do elenco que vai disputar a Copa Paulista. Ao todo, sete jogadores já foram confirmados no plantel que será comandado pelo técnico Cléber Gaúcho. O último a chegar foi o zagueiro Guilherme Truyts, ex-Barretos. Já o lateral-esquerdo Rubens Carvalho volta de empréstimo do Marcílio Dias-SC, onde jogou o Campeonato Catarinense e o início da Série D do Brasileiro. O retorno do atleta foi anunciado nesta quinta-feira (26).

Além de Truyts e Rubens Carvalho, o Alvinegro havia feito cinco contratações, entre eles o meio-campista Vitor Braga. O atleta de 27 anos chegou ao Nhô Quim após passagem pelo Sanjoanense, de Portugal, e também tem no currículo atuações por Bragantino, Guarani, Rio Claro, Inter de Limeira e Grêmio Anápolis, onde foi campeão goiano em 2021. Os demais reforços vieram em um pacote só: Gabriel Coutinho (goleiro), Lucas Santos (lateral direito), Maikon Aquino (meia) e Rafael Santana (atacante).

O goleiro Gabriel Coutinho, 25 anos, esteve no elenco quinzista que disputou a Série A2 de 2022 e retorna ao clube. Além do XV, ele já atuou por São Paulo, Grêmio, Cianorte-PR e Atlético Tubarão-SC. Maikon Aquino também é conhecido no Alvinegro. O meia de 29 anos defendeu o Nhô Quim entre 2017 e 2018, acumulando 27 jogos e quatro gols. Posteriormente teve boa passagem pelo Americano-RJ, quando marcou 20 gols. Os últimos clubes foram Duque de Caxias-RJ e Costa Rica-MS, onde disputou o estadual sul-mato-grossense em 2022.

Rafael Santana, atacante, é piracicabano e tem 21 anos. Formado nas categorias de base da Ferroviária, o atleta tem passagem pelo futebol português e Os últimos clubes foram Villa Nova-MG e Capivariano. Já Lucas Santos, também de 21 anos, é mineiro e se profissionalizou no Tupynambás-MG. Na sequência, o lateral-direito teve passagens por Boa Esporte-MG e Ponte Preta.

Voltar