fbpx
Automobilismo

Alfia briga pela vitória com quatro carros em SP

Atual campeão estadual, o piracicabano Bruno Leme está confirmado na prova

Bruno Leme, piloto piracicabano da equipe Alfia de Fórmula 1600
Bruno Leme e Gustavo Favoretto irão dividir o carro de número 78 neste fim de semana (Foto: Marcus/Pavan Fotografia)

Com quatro carros na pista, a equipe piracicabana Alfia volta ao autódromo de Interlagos neste fim de semana para a quinta etapa do Campeonato Paulista de Fórmula 1.600. A programação começa nesta sexta-feira (15), com duas sessões de treinos livres, às 8h e às 12h20. A tomada de tempo está agendada para as 8h10 de sábado (16), mesma data em que serão realizadas as duas baterias que marcam a metade da temporada. A primeira corrida começa às 9h55, enquanto a largada para a segunda prova está marcada para as 13h15.

Em São Paulo, a equipe Alfia terá duas duplas e os pilotos Álvaro Paes e Thomaz Soubihe, que participam da etapa de maneira individual. Alberto Cattucci e Diego Lozov dividem espaço no terceiro carro, enquanto o piracicabano Gustavo Favoretto correrá ao lado do conterrâneo Bruno Leme, atual campeão estadual da categoria, no carro de número 78. Na última rodada, realizada em maio, Bruno Leme venceu pela primeira vez neste ano, enquanto o companheiro enfrentou problemas no freio e sofreu um acidente quando ocupava a segunda colocação.

A infelicidade, porém, não tira o otimismo da dupla. “O carro teve uma evolução muito legal com as mudanças que fizemos. Nós sofremos no início do ano com o acerto, algumas coisas não deram resultado nas três primeiras etapas. Mexemos no câmbio, motor e suspensão. Na última etapa, fiz a melhor marca nos treinos livres e o segundo tempo na classificação por 76 centésimos de segundo, devido a um jogo de equipe, troca de vácuo. Venci a corrida e o Gustavo (Favoretto) vinha bem”, afirmou Bruno Leme.

O Campeonato Paulista de Fórmula 1.600 é dividido em dez etapas, cada uma com duas corridas de 12 voltas ou duração máxima de 30 minutos, conforme o regulamento. Os cinco piores resultados ao término do calendário são descartados, ou seja, a classificação final levará em consideração 15 baterias. “A gente continua brigando pelo título sim. O objetivo é repetir o que fizemos em 2017, quando vencemos o campeonato. Não será uma tarefa fácil, mas temos chances e vamos brigar”, finalizou o atual campeão.

Voltar