fbpx
Opinião

Acabou a invencibilidade. E agora?

Pois é, caro torcedor quinzista. Em algum momento, o XV de Piracicaba iria perder. Não esperava que fosse contra o Paulista, mas foi em um momento em que a equipe tinha uma certa ‘gordura para queimar’. O fato é que independente de erro ou não de arbitragem, o Alvinegro não conseguiu vencer o goleiro Iago, que estava em manhã inspirada e segurou a vitória para o Paulista.

Vale ressaltar alguns pontos dessa derrota. A dupla de ataque Rodolfo e Romarinho, responsável por oito dos 15 gols da equipe na Copa Paulista, não estava em campo. Por mais que sejam realizados treinamentos e jogos-treinos, quando a partida vale três pontos a coisa muda e o ritmo de jogo de alguns atletas que pouco atuaram acaba pesando. O Paulista pouco chutou. Fez o gol em uma finalização de fora da área com a colaboração do famoso ‘morrinho artilheiro’. O time já está classificado e, por mais que se fale de entrar focado, arrastar a cara, essa classificação antecipada causa um relaxamento natural.

No sábado (10), contra o São Paulo, o técnico Cléber Gaúcho deve escalar força máxima em busca da manutenção da liderança. O XV é favorito para o jogo. Precisa vencer para não correr risco de ser ultrapassado pelo Red Bull. O São Paulo precisa de uma vitória para garantir a classificação. Minha esperança é ver um bom jogo no Barão da Serra Negra.

Para pensar em título, acho necessário reforçar o elenco. O XV tem direito a fazer quatro alterações para a próxima fase. Ainda vejo a necessidade de contratações. Buscar um meia de criação, talvez dois, e um centroavante para compor o elenco. Apesar da ordem ser não gastar, vejo necessário um pequeno sacrifício para se tentar o título.

Marcelo Sá é radialista e jornalista na Rádio Jovem Pan News Piracicaba

Voltar