fbpx
Muay Thai

6º Diamond Muay Thai registra 45 combates

Evento foi realizado no último fim de semana, na AFPMP, em Piracicaba

Inside Lukas Bueno - Torneio Diamond Muay Thai
O treinador Lukas Bueno foi um dos organizadores do evento realizado em Piracicaba (Foto: Líder Esportes)

No último domingo (10), o clube da AFPMP (Associação dos Funcionários Públicos Municipais de Piracicaba) recebeu a sexta edição do Torneio Diamond Muay Thai, organizado pelo CT Inside Lukas Bueno em parceria com o mestre Munil Adriano. O evento, que foi voltado principalmente para os lutadores iniciantes, recebeu 90 atletas de 15 cidades dos estados de São Paulo e Minas Gerais, e teve um total de 45 lutas.

A competição foi dividida nas categorias sub-13, sub-17 e adulta, feminino e masculino. A equipe piracicabana Inside Lukas Bueno foi representada no certame por 18 lutadores. O evento também marcou a estreia da competidora Sarinha, de apenas 14 anos, que treina no CT (Centro de Treinamento) de Rio das Pedras. “Ela tem só dois meses de treino e é bastante apoiada pela academia. Apesar de todas as suas dificuldades, ela conseguiu vencer e fez a alegria de todos”, disse o treinador Lukas Bueno.

Nas superlutas, José Pego enfrentou João Samurai, de Santa Gertrudes, e acabou derrotado. Joyce Franca lutou contra Ana Paula Rodrigues, de Amparo, e também perdeu. “Foi a primeira superluta do José. Ele não lutava há dois anos, mas foi uma luta muito boa”, afirmou o técnico. “A adversária da Joyce tinha oito quilos de diferença, porque não conseguimos uma luta no peso dela. No final, ela acabou sentindo essa diferença e foi derrotada”, explicou Lukas Bueno.

O próximo desafio será o Fusion Fight Festival, dia 23 de março, em Santo Amaro. No dia 13 de abril, a equipe viaja para Jacutinga (MG) para participar da 1ª Copa Jacutinga de Muay Thai. “Eu fiquei muito feliz com o resultado do evento, muito feliz mesmo. Todas as equipes que vieram também aprovaram e se comprometeram a voltar. O nível das lutas foi muito bom e mostra o quanto o muay thai está crescendo. Muitas meninas participaram, com idade entre 10 e 42 anos, o que mostra também um crescimento e uma diversidade”, finalizou Lukas Bueno.

Voltar