Futebol

XV vence jogo eletrizante contra o Rio Preto

Time piracicabano faz 4x3 e encaminha classificação para próxima fase

Rio Preto 3x4 XV de Piracicaba - Futebol Feminino
'O segredo é a união do time', disse o técnico Leandro Silva após a vitória fora de casa (Foto: Vitor Prates)

O XV de Piracicaba deu um grande passo neste domingo (5) rumo à classificação para a segunda fase do Campeonato Paulista de futebol feminino. Em jogo dramático e de sete gols, o time piracicabano venceu o Rio Preto por 4×3 no estádio Anísio Haddad em São José do Rio Preto. O resultado levou o Alvinegro aos 15 pontos ganhos e aproximou a equipe comandada pelo técnico Leandro Silva da liderança do Grupo 1 – Corinthians e Rio Preto têm 16 pontos. A Francana, com 13, completa o G-4.

O Nhô Quim folga no próximo fim de semana e volta a jogar casa no dia 15 de junho, quarta-feira, às 15h,  em casa contra o Independente – em Limeira, o XV de Piracicaba goleou o adversário pelo placar de 6×0. O Independente, inclusive, é o único time da chave que ainda não pontuou na competição – em oito partidas, o Galo de Limeira perdeu oito vezes, não fez nenhum gol e sofreu 54. A campanha só não é pior que a feita pelo União Mogi, lanterna do Grupo 2, que perdeu os oito jogos que fez, não marcou, levou 60 gols e ainda recebeu punição judicial que o deixa com menos um ponto na classificação.

REVIRAVOLTA

Contra o Rio Preto, único time a vencer o XV de Piracicaba no Paulistão, a equipe alvinegra dominou o primeiro tempo e chegou ao intervalo com vitória parcial por 2×0, gols de Dulce e Fafá. O Verdão reagiu na segunda etapa e diminuiu com Jéssica, mas Moara restabeleceu a vantagem. Na reta final, o Nhô Quim sofreu um apagão e deixou o Rio Preto empatar com Sorriso (contra) e Jéssica, em bela cobrança de falta. Nos acréscimos, Dulce desempatou ao anotar o segundo gol dela em São José do Rio Preto.

“Foi um jogo que a gente complicou pelos erros de passes e marcação, mas motiva muito saber que podemos ir além do que imaginamos, porém, temos que manter os pés no chão e a humildade, lembrando que cada jogo é uma batalha”, afirmou Fafá. “Arrancamos forças para sair de São José do Rio Preto na base da união, da raça e da vontade de vencer. Temos que lembrar sempre que o jogo só termina quando o árbitro apita”, completou a autora do segundo gol do time piracicabano.

Início