Futebol

XV e Audax decidem vaga nas quartas de final

Sem salários, com lesões e dificuldades, time feminino tenta fazer história

Leandro Silva, técnico da equipe feminina de futebol do XV de Piracicaba
Leandro Silva comanda o XV de Piracicaba no Campeonato Paulista (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

XV de Piracicaba e Audax fazem neste domingo (2), às 15h, no estádio Barão da Serra Negra, um duelo de vida ou morte pela fase de grupos do Campeonato Paulista de futebol feminino. As duas equipes se enfrentam pela 14ª rodada, a última da etapa de classificação, numa espécie de mata-mata antecipado. O Alvinegro ocupa a quinta colocação do Grupo 1, com 18 pontos, e precisa vencer a qualquer custo para chegar às quartas de final; o time de Osasco soma 20 pontos, fecha atualmente o G-4 e avança com um empate em Piracicaba.

A tarefa da equipe comandada pelo técnico Leandro Silva não é nada fácil. No primeiro turno, em Osasco, o Audax venceu o Nhô Quim por 2×1, em jogo marcado pela chuva que prejudicou o gramado do estádio José Liberatti. Na ocasião, os dois gols do time mandante foram marcados pela meia Stephane, aos 7min do primeiro tempo, e pela lateral-direita Camila, aos 20min do segundo tempo. Nos acréscimos de etapa complementar, Ana Caroline descontou de pênalti para o XV de Piracicaba.

“Foi um jogo bastante truncado, a chuva atrapalhou demais, tinha muita poça d’água e isso acabou prejudicando a partida. Levamos dois gols em chutes de longa distância de muita felicidade do adversário, não houve nenhuma chance para a Magrão (goleira). Nós criamos chances, tivemos mais oportunidades que o Audax ao longo do jogo, mas realmente estava complicado, não dava para saber o tempo da bola. Infelizmente, saímos com a derrota”, afirmou o técnico Leandro Silva.

DIFICULDADES

De lá para cá, as duas equipes alternaram bons e maus momentos na competição. O XV caiu de produção no início do segundo turno, reflexo do número de lesões e de problemas extra-campo. O elenco não recebe salários desde fevereiro, pois depende quase exclusivamente da verba destinada pela Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras), emperrada enquanto não se adéqua ao marco regulatório do terceiro setor (Lei Federal 13.019/2014), que entrou em vigor neste ano. O repasse poderá ser efetivado somente após o chamamento público, o que deve acontecer em novembro.

RENDIMENTO

Já o Audax engatou uma sequência de três vitórias e chegou ao G-4, mas, desde então, acumula quatro partidas sem vencer. Na penúltima rodada, a equipe de Osasco precisava de um triunfo simples contra a vice-lanterna e já eliminada Francana. Jogando em casa, o Audax chegou a estar perdendo por 2×0, mas arrancou o empate ainda no primeiro tempo. O resultado deu ao XV a oportunidade de depender apenas das próprias forças para chegar às quartas de final. “É um jogo de fundamental importância para nós, contamos com o apoio do público para conquistarmos a classificação e seguirmos vivos no Campeonato Paulista”, completou Leandro Silva.

Início