Futebol

XV anuncia técnico e avalia mais sete reforços

Evaristo Piza é o novo treinador; gestor diz que André Cunha recusou proposta

Celso Christofoletti, presidente do XV de Piracicaba
O presidente Celso Christofoletti tenta reconstruir o elenco alvinegro (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

Em comunicado nas redes sociais, o XV de Piracicaba confirmou nesta quinta-feira (6) o nome do novo treinador da equipe: Evaristo Piza, técnico que comandou o Taubaté na Série A2 do Paulista, em 2017. Aos 45 anos, Piza tem experiência no futebol do interior e foi campeão da Série A2 em 2014, pelo Capivariano. O treinador já comandou o treinamento da equipe nesta tarde. Alexandre Torrezan, o Xandão, seguirá no clube como auxiliar técnico. Além de Piza, sete jogadores chegaram ao clube para realizar avaliações. De acordo com a política de contenção de gastos adotada pela diretoria, com orçamento inferior ao de 2016, os novos contratados serão a custo zero.

O lateral-direito Flávio, ex-União Barbarense, o volante Diogo Lopes, ex-Portuguesa Santista, o zagueiro Hugo, ex-São José, o volante e lateral-direito Gabriel Tonini, ex-São José, e o lateral-direito e meia David Modesto, ex-URT, serão analisados pela comissão técnica. Além deles, dois piracicabanos que já atuaram na base do XV de Piracicaba também serão avaliados. O experiente meia Jô, que defendeu o São Bento, e o atacante Danilo Melega, ex-Desportiva Ferroviária. O clube tenta o retorno do atacante Rodolfo, campeão da Copa Paulista em 2016. O jogador ainda analisa propostas de fora do país, mas não descarta o XV.

Cinco situações estão próximas do desfecho. O volante Gilson deve ter o contrato prorrogado até maio de 2018. Os laterais Crystian e Lucas Morais, e os meias Léo Carvalho e Rafael Rosa devem estender o vínculo até o final da Copa Paulista. Destes, apenas Lucas Morais não foi utilizado na competição, mas deve ter a inscrição confirmada nos próximos dias. Com propostas, o lateral-esquerdo Samuel e o meia-atacante Romarinho seguem com situações indefinidas. A permanência é tratada como ‘difícil’ pela diretoria.

RECUPERAÇÃO

O zagueiro Doni, com lesão no joelho, ainda não renovou o contrato com o clube. O atacante Bruno Aquino segue em tratamento no departamento médico. Após a realização de novos exames, a intenção da diretoria é renovar com o jogador. Com contratos mais longos, o goleiro Mateus Pasinato, o volante Bruno Formigoni e o atacante Washington Tito têm sido os jogadores mais assediados. A permanência do trio não está garantida, mas até o momento, o clube não recebeu nenhuma proposta oficial pelos atletas. O XV de Piracicaba volta a campo pela Copa Paulista no dia 15 de julho, às 16h, para encarar o Noroeste no estádio Alfredo de Castilho, em Bauru.

ANDRÉ CUNHA

Nas redes sociais, muitos torcedores do XV de Piracicaba têm se manifestado pedindo a volta do meia André Cunha, campeão da Série A2 do Campeonato Paulista em 2011 pelo clube piracicabano. Apesar do apelo, clube e jogador ainda não chegaram a um acordo. Nesta quinta-feira (6), as duas partes chegaram a conversar. “O André Cunha ligou para o Celso (Christofoletti, presidente do XV) e uma proposta foi passada para o jogador, dentro das condições do clube, mas ele não aceitou a proposta”, disse Beto Souza, gerente de futebol do XV.

Início