Corpo & Mente

Você conhece o treino HIIT?

Você conhece o treino HIIT? Coluna Rene Mattos

Eliminar gordura em um treino rápido. Esta é a principal promessa do HIIT, high intensity interval training ou treinamento intervalado de alta intensidade, o treino aeróbico da moda. Ele apresenta muitos benefícios e é altamente eficaz, desde que feito da maneira adequada. O treino da moda está sendo utilizado na maioria das academias e, muitas vezes, com outros nomes por questões de marketing, mas sempre com a mesma proposta: perder peso com pouco tempo de treino.

O HIIT consiste em exercícios de curta duração, seguidos de um tempo de descanso não muito longo, repetindo esse pequeno ciclo de exercício-descanso e totalizando, geralmente, 20 minutos de treino. Porém, se você espera um treino fácil, esse não é o treino certo para você. Como o próprio nome já diz, ele deve ser feito sempre em alta intensidade, para gerar seus resultados prometidos. Mas, quais as vantagens do HIIT?

VANTAGENS

A grande vantagem deste programa de treino em relação aos demais é que ele demora entre 20 e 30 minutos, o que agrada a maioria das pessoas, que diz não ter muito tempo para praticar exercícios. Além disso, é um programa cientificamente comprovado, que tem um grande gasto calórico e queima de gordura, e pode ser praticado por pessoas de todos os níveis de aptidão física. Isso acontece por conta de um efeito chamado ‘EPOC’, que basicamente é nosso gasto calórico após um treino.

Exercícios de alta intensidade fazem com que nosso corpo mantenha o metabolismo acelerado por mais tempo, mesmo após o treino, e isso auxilia na queima de gordura e aumenta o gasto de calorias. E quais os cuidados que se deve tomar para realizar o HIIT? Por se tratar de um exercício sempre intenso, é recomendado que os praticantes chequem suas condições cardiovasculares, para evitar faltas de ar e problemas mais sérios. Pessoas com problemas articulares também devem tomar cuidado, por ser um treino que exige bastante das articulações. Importante lembrar que o ideal é realizar esse tipo de treino no máximo três vezes por semana, para que o corpo tenha o descanso e a recuperação necessárias.

Rene Mattos é personal trainer e colunista do portal LÍDER

Início