Futebol

Vica anuncia manutenção da equipe titular

Técnico do Nhô Quim deve repetir escalação habitual contra a Portuguesa

Vica, treinador do XV de Piracicaba
O treinador do Nhô Quim aposta na mesma escalação (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes/Orientec)

Em clima de decisão, o XV de Piracicaba continua a preparação para a partida do próximo domingo (23), às 16h, contra a Portuguesa, no Barão da Serra Negra. Após o treinamento realizado na manhã desta quinta-feira (20), o técnico Vica optou por cancelar a atividade que aconteceria à tarde, para evitar maior desgaste dos jogadores considerados titulares. O Alvinegro ainda realizará mais dois trabalhos antes do confronto diante da Lusa. Na entrevista coletiva, Vica adiantou que não pretende mexer na escalação.

“A princípio, manteremos a base que vem jogando, principalmente no desenho tático da equipe. Será um jogo não só muito estudado, mas também um jogo de superação. Com certeza teremos o apoio do nosso torcedor, que já vem nos apoiando em momentos difíceis da competição, sempre acreditando na equipe e no clube. O torcedor vai fazer o seu papel e precisamos dentro de campo dar nossa resposta positiva a toda essa expectativa”, disse Vica.

DESFALQUE

O atacante Bruno Santos, recuperado de lesão na coxa, voltou a treinar, mas não deve ser relacionado para a partida. O XV de Piracicaba deve entrar em campo com Mateus Pasinato; Zé Mateus, Rodrigo, Doni e Samuel; Gilson, Clayton e Gilsinho; Romarinho, Bruninho e Rafael Gomes. Jogando pressionado na maior parte do Campeonato Paulista da Série A2, o Nhô Quim tem sofrido também com a parte emocional da equipe. Para o técnico Vica, o fato de o clube depender apenas do seu resultado para permanecer na divisão, acaba aliviando um pouco a pressão sobre o time.

“Acho que diminuiu (a pressão) nesta semana, após o jogo contra o União Barbarense, e por dependermos apenas de nós. Acho que se tivéssemos dependendo da nossa vitória e mais outros resultados, poderiam estar acontecendo aqui momentos mais difíceis de relacionamento. Isso serviu para amadurecer a equipe. O lado emocional está legal para esse jogo, pois não tenho visto nenhum problema nestes treinamentos que estamos fazendo. Nossas conversas têm sido dentro de uma normalidade”, completou Vica.

Início