Corpo & Mente

Uma bebedeira por semana, 10 kg por ano

Coluna - Carlos Ribeiro
A bebida alcoólica acaba com todo o esforço feito ao longo da semana nos treinamentos (Foto: Ilustração)

É grande a busca pela longevidade, pelo envelhecimento tardio e pela melhoria física. Mas, será que a maioria das pessoas deixa de cometer abusos para ter uma vida mais saudável? E quanto de atividade física é necessário? Melhor ainda, quantas vezes por semana? As questões não são nada incomuns em consultórios de nutrologia, e acredito que podemos estender ao nutricionista e ao profissional educador físico.

O álcool engorda, é uma caloria vazia, sem beneficio algum ao corpo

As perguntas são direcionadas aos profissionais invariavelmente. Sabe porque? Porque temos o costume de nos dar o fim de semana para descanso, para abusos, para festas. Descanso não apenas do trabalho, mas muitas vezes da nossa atividade física. O sábado e o domingo são dias de ‘churrasquinho’, rever os amigos e familiares, tomar um chopinho, comer uma pizza – e acabar com tudo de bom que você fez para seu corpo durante a semana toda. Correto?

Não se assuste, essa é a verdade. Aquele velho jargão de que o corpo não sabe se é sábado ou segunda-feira, é a mais pura verdade. Se nós nos exercitamos uma hora por dia, quer dizer que nas outras 23 horas o corpo está em repouso ou em atividade de leve a moderada, correto? Já não descansou o suficiente? Se o fim se semana vem acompanhado de algumas estripulias gastronômicas, não seria mais interessante manter a atividade física nestes dias? Claro que sim.

Uma das principais recomendações para emagrecimento seria evitar o consumo de bebidas alcoólicas e comprovamos que o álcool engorda. É uma caloria vazia, sem beneficio algum ao corpo, pior que isso, um estudo inglês da Slimming World revelou que uma noite de bebedeira sempre será seguida de um cardápio com alimentos mais gordurosos e potencialmente mais calóricos no dia seguinte. Isso se dá pela tentativa de compensação do consumo de calorias extras, causado pela desidratação do álcool. O estudo ainda vai além: estima que beber em excesso uma vez por semana pode significar o ganho de 10 kg em um ano.

E a ressaca acontece no dia seguinte? Aquela que faz você cancelar as suas atividades, para ficar em casa com a TV ligada, usando internet e se saciando com doces enquanto se recupera do estrago alcoólico. Quem pratica atividade física e consome álcool tem uma perda enorme da qualidade física, diminuição da forca muscular, diminuição da velocidade, limitação da capacidade cardiorrespiratória, síndromes de más absorções gástricas e intestinais, e inclusive queda dos níveis de testosterona.

RESULTADOS

Mas, o problema realmente aparece quando você está em busca de resultado. Se o objetivo é ganho de massa muscular, ou ainda, perda de percentual de gordura, o álcool e o sedentarismo aos fins de semana podem realmente acabar com toda a esperança de chegar ao resultado almejado. O álcool altera a permeabilidade intestinal, causando doenças intestinais infecciosas, inflamatórias ou funcionais, como a síndrome do intestino irritável.

Se você tem síndrome metabólica, está obeso, sofre de alguma patologia autoimune ou quer ganhar massa muscular, fique bem longe do álcool e da bebedeira casual. Você está desperdiçando todo o esforço na busca por um corpo e de uma saúde melhor. Mantenha uma rotina saudável nos fins de semana, pois o corpo não sabe se é domingo ou quinta-feira. Afinal, todo dia é dia! Deixe para brindar com amigos apenas em ocasiões muito especiais.

Carlos Ribeiro é médico e colunista do LÍDER

Início