Humor

Tô na pilha. Ô lasquera!

Destemidos e valentes, tô no nervo. O XV trupicô de novo. Empatemo com o Água Santa. É de comer? Não. Nem de beber. É água que o time do Claudinho não bebe. Quer saber? Fomos roubados de novo pelo homem do apito. Um forfé do deusolivre. O juizão tava disposto ontem. Disposto a amarelar cada um dos nossos atretas, como se diz no dialeto bonfigliano. O xerife Magal relava e lá vinha o juizão com o amarelo na mão. E o pênalti? Ô lasquera! Só faltou rasgar a camisa do Rodrigo Silva, mas rasgar camisa feita pela Super Bolla é impossível (anuncie aqui!). Quer saber? Num vou falar mais de ontem que hoje é dia de trincar o côco. Água Santa é passado e não beberei mais, mas a loira gelada eu não dispenso não…

Tô otimista pra peleja de domingo. Claudinho conhece cada tora do campo do Mogi Mirim. Se todo mundo enfiar o pé na bola igual o Léo Salino, a vitória já é uma realidade! Que aqui não é time de fiotão! E o treinador deles é o Toninho. E o Toninho é quinzista. Como eu sei? Sabendo! Pode anotar aí: meio chovendinho e no finalzinho… Gol do Rivaldinho! Ornô? Tira o Aloísio e bota o Gilsinho que o XV vai orná com a Série D, o povão já não aguenta mais ficar sem o Nhô Quim no Brasileirão. Nem que seje pra entrar de farfanho e sem fazer barulho.

Tô certo? Errado eu num tô! E deixa eu correr que estou atrasado para pegar o busão e fazer uns bicos por aí. Tenho que ganhar uma grana, porque a conta de água tá cara. É todo mundo defendendo o seu e o goleiro Bruno (fiapo!) defendendo por todos nós. Porque aqui é XV e nós vamos sempre para frente, outra vitória conquistar. Como diz o nosso hino!

Joaquim da Serra Negra é filho do Barão, torcedor fanático do XV e não aguenta mais jogar a Copa Paulista

Início