Atletismo

Romenigue encerra 2016 em alta: ‘Melhor ano’

Campeão nos quatro torneios que disputou, piracicabano celebra boa fase

Equipe Piracicabana de Atletismo - Rezende/Unimep/Selam
Romenigue venceu os Jogos Regionais e os Jogos Abertos representando Piracicaba (Foto: Arquivo Pessoal)

Aos 30 anos, o piracicabano Romenigue Oliveira Santos encerrou aquela que pode ser considerada a melhor temporada da carreira. No atletismo desde 1997, mas ‘federado’ apenas em 2000, Romenigue venceu as quatro competições que disputou neste ano: Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior pela equipe Rezende/Unimep/Selam; além dos títulos individuais estadual e brasileiro na categoria máster. “O ano foi ótimo, ganhei o que disputei e alcancei os principais objetivos. É o melhor momento em 16 anos de carreira”, admitiu Romenigue.

Nos Jogos Regionais, disputados em Bauru, o atleta piracicabano venceu as provas dos 800 m e 4×400 m, enquanto nos Jogos Abertos do Interior, realizados em São Bernardo do Campo, Romenigue conquistou o ouro no revezamento 4×400 m. Em 2016, o atleta estreou com o pé-direito em duas competições máster. No Campeonato Estadual, ele foi três vezes ao lugar mais alto do pódio: ouro nos 400 m rasos com tempo de 50s57; ouro e recorde nos 800 m rasos, especialidade dele, com 1min58s; e novo ouro e recorde no revezamento 4×400 m (3min38s).

OBJETIVOS

Na primeira vez que disputou o Campeonato Brasileiro, Romenigue conquistou nada menos do que cinco medalhas de ouro em Brasília (DF): 100 m, 200 m, 400 m e 800 m rasos, além do revezamento 4×100 m. “Isso dá motivação para seguir em frente. Em 2017, espero repetir os objetivos com a equipe representando Piracicaba nos Jogos Regionais e Jogos Abertos, e também conseguir novos resultados individuais no Estadual e no Troféu Brasil”, disse o atleta.

Perguntado sobre quais são seus objetivos no esporte, Romenigue destacou três metas traçadas no início da carreira. Duas, ele já atingiu. “A primeira coisa que eu queria era conseguir estudar e hoje sou formado em educação física. O segundo objetivo eu estou realizando, que é trabalhar com o esporte. O último é atingir o nível mundial. Meu sonho é disputar e ser campeão mundial máster na minha categoria, na prova dos 800 m”, revelou o atleta. No entanto, Romenigue terá de ser paciente: só podem participar do Campeonato Mundial Máster atletas com idade mínima de 35 anos. “Tenho mais tempo para me preparar”, completou o piracicabano.

Romenigue Oliveira Santos, atleta da equipe de atletismo de Piracicaba

Romenigue exibe as medalhas do Estadual: estreia com o pé direito (Foto: Diego González/Líder Esportes)

Início