Boxe

Ramon Batagello é campeão brasileiro na estreia

Lutador de Piracicaba vence três lutas por decisão unânime em Salvador (BA)

Ramon Batagello, lutador de boxe
Batagello conquistou o título brasileiro logo na primeira vez que disputou o evento (Foto: Líder Esportes)

O piracicabano Ramon Batagello sagrou-se campeão brasileiro juvenil de boxe na última sexta-feira (9), em Salvador (BA). Disputando a competição pela primeira vez, o atleta do Centro Esportivo MR/Unimep/Selam/PDB/Fumdeca venceu por decisão unânime as três lutas que realizou na categoria -91 kg. A conquista foi bastante celebrada pelo técnico Marcos Ribeiro. “Ele lutou bem, as três vitórias foram por decisão unânime. O Ramon enfrentou atletas mais experientes e ainda assim sobressaiu. Tudo indica que ele vai longe, é um menino muito bom, tem um suporte muito importante. O resultado é fruto da dedicação de todos e nos deixa emocionados”, comentou Ribeiro.

Aos 17 anos, Batagello mede 1,86m e disputa a categoria -91kg. Nesta segunda-feira (12), ele admitiu que a ansiedade o atrapalhou em Salvador, mas teve tempo de mostrar o que sabe na capital baiana. “Fiquei um pouco tenso sim, estava nervoso pois foi o meu primeiro Campeonato Brasileiro. Na primeira luta, eu fiquei ansioso, mas consegui ir bem. Na segunda, enfrentei um adversário bicampeão brasileiro e todo mundo falava que ele era favorito, que eu iria perder. Lutei mal no primeiro round, mas no segundo e no terceiro eu melhorei e consegui ganhar”, disse o atleta.

Na final, Batagello enfrentou Cauã Montenegro, seu algoz na final do Campeonato Paulista juvenil, em setembro. Representando Sergipe, o piracicabano deu o troco. “Foi outro combate duro, do início ao fim, mas estou bem feliz pelo fato de ter conquistado o Brasileiro. Tenho que agradecer ao Marcos (Ribeiro) e ao Gustavo (Zandoval, auxiliar técnico) por me treinarem e prepararem para lutar”, agradeceu o lutador, que já faz planos para 2017. “O resultado dá confiança, mas tenho que treinar e melhorar, eu sei disso. Não posso deixar subir para a cabeça”.

AGRADECIMENTO

Feliz com o resultado de Batagello, Marcos Ribeiro avaliou o ano como positivo. Perguntado sobre o mérito que teve na conquista, o treinador distribuiu elogios. “A conquista é de todos. O Gustavo (Zandoval) fez um excelente trabalho, não posso deixar de agradecer também a Selam e o Johnny (Godoy, secretário), que faz o maior esforço possível para nos ajudar. Há outras pessoas importantes também, como o Mone, da academia Nocaute, parceiro da Bahia que sempre está comigo nas conquistas ao longo do ano, e o Valter Duarte, presidente da federação sergipana, abriu as portas para mim e para o Ramon”, completou.

Início