Kickboxing

Promessa, Isac Lucca sonha em chegar ao UFC

Piracicabano tem se destacado nas artes marciais e disputa a Copa do Brasil

Isac Lucca, atleta de kickboxing
Isac Lucca disputa a Copa do Brasil e busca o título inédito da competição (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Em abril do ano passado, a vida de Isac Patrick Lucca ganhou um rumo que se depender dele, será definitivo. Foi naquela época que ele decidiu a entrar para o mundo das artes marciais. Nesta sexta-feira (8), o garoto piracicabano disputa a Copa do Brasil de Kickboxing, evento que será realizado em Londrina (PR). Isac pesa e luta no mesmo dia. Aos 14 anos, o atleta sonha em voltar para casa com o título, resultado que para ele significaria o pontapé inicial no plano de carreira que vislumbra para o futuro: chegar ao UFC, a principal organização de MMA (Artes Marciais Mistas) do planeta.

‘Meu pai sempre me ajudou, mas ele deixou claro que arte marcial não é briga’, diz Isac

“Eu comecei por influência do meu pai, Jefferson. Ele foi o meu maior incentivador. Meu pai começou a treinar primeiro e trouxe o kickboxing para dentro de casa. Então, comecei a assistir, ver as lutas e ele me levou para acompanhar a luta de um amigo nosso, o Maguila. Eu gostei muito e pedi para ele para começar a praticar também. Meu pai foi sempre quem me ajudou, mas desde o começo deixou claro que arte marcial não é briga”, contou Isac, que treina na academia Brock Team Fighters, em Piracicaba, com o professor Julio Costa.

Desde que começou a competir, ainda em 2016, Isac conquistou dois títulos no kickboxing: o Campeonato Paulista e o Brasileiro, kick light e point fight, respectivamente, ambos na categoria 52 kg de sua faixa etária. Na Copa do Brasil, ele fará sua estreia. O evento tem significado importante para a jovem promessa piracicabana: pela primeira vez, Isac vai disputar uma competição fora do Estado de São Paulo. “Dá um friozinho na barriga, mas estou treinando bastante para voltar com a medalha de ouro”, disse.

“Estou dormindo bem, mas o coração está batendo forte (risos). O nível é alto, os melhores do Brasil estarão lá. A expectativa minha é grande”, afirmou Isac. A rotina do atleta é bastante puxada: ele pratica muay thai de segunda, quarta e sexta-feira; às terças e quintas-feiras, Isac faz aulas de jiu-jitsu; quase diariamente, faz musculação. Isso, claro, sem deixar de lado os estudos. “Não pode esquecer a escola, né? Eu sei o quanto é importante”, garantiu Isac, que está no 9º ano do ensino fundamental.

CARREIRA

Perguntado sobre o futuro, ele não pensa duas vezes: quer chegar ao UFC. “Eu gostaria de lutar MMA. Minha mãe fica apreensiva (risos), mas ela entende. Meu sonho é chegar um dia ao UFC. O Anderson Silva é o meu ídolo, pelo jeito que ele luta, pela postura dele. Vejo os caras lutando e tento aprender com eles, admiro bastante o que eles fazem. Do Anderson Silva, admiro muito a esquiva”, relatou Isac, que também tem referências no esporte em Piracicaba. “De vez em quando, treino no mesmo lugar que o Piacentini (Gustavo). Ver caras como ele é uma grande motivação para mim”, completou.

Início