+ Esportes

Prefeitura troca o piso do Ginásio Municipal

Obras começam na próxima segunda-feira (24); gasto total é de R$ 138 mil

Ohana, líbero da equipe feminina de voleibol da Apiv Piracicaba
Ohana, líbero da equipe feminina de voleibol da Apiv Piracicaba: time será beneficiado (Foto: Líder Esportes)

Inaugurado em 1955, o Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas terá novo piso ainda neste ano. O contrato com a empresa Coxport Engenheria e Comércio, empresa especializada em pisos e vencedora do processo de licitação, foi assinado nesta semana. As obras têm início na próxima segunda-feira (24) e o prazo de execução é de 60 dias. Em nota, a Prefeitura de Piracicaba anunciou que o gasto total será de R$ 138 mil. No local, será instalado o ‘piso flutuante’ de madeira. A mudança beneficia as equipes que utilizam diariamente o espaço, entre elas a Apiv/Amhpla/Unimep/Selam, time feminino de vôlei que está na final do Campeonato Paulista e vive a expectativa de disputar a Superliga B pela primeira vez.

“A colocação do piso é fundamental para o treinamento dos atletas, pois causa menos impacto. O esporte de Piracicaba merecia o piso de qualidade”, enfatizou Zeca, treinador  da Apiv. Além de partidas de basquete e vôlei, o Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas recebe eventos esportivos locais – entre eles, Jogos Comunitários, Jogos Escolares, Olimpíadas Especiais e Olimpíadas da Terceira Idade -, torneios de artes marciais e atividades do PDB (Projeto Desporto de Base).

De acordo com o secretário de Esportes, Johnny Godoy, o piso flutuante é o mesmo utilizado nos principais ginásios poliesportivos do país. “Por meio de um sistema combinado de amortecedores de borracha e madeira, o piso proporciona flexibilidade e amortecimento de todo impacto, evitando assim, principalmente, lesões e desgastes das articulações dos atletas, especialmente tornozelos e joelhos. Isso dá mais segurança e confiança aos atletas nas execuções das técnicas e fundamentos de cada modalidade”, afirmou.

MELHORIAS

A troca do piso é mais um capítulo da ‘reforma’ do ginásio. Em dezembro de 2015, foram instaladas 1.839 cadeiras, sendo 1.533 monobloco com assento e encosto, numeradas e fixadas nas arquibancadas, e 244 cadeiras numeradas rebatíveis para área reservada, além de assentos para atletas, coordenadores, pessoas com mobilidade reduzida e acompanhantes dos cadeirantes. O local também recebeu melhorias para acessibilidade, pintura da fachada e paredes internas, revisão da estrutura de madeira e da cobertura, e pintura dos espelhos dos degraus das arquibancadas.

Início