Jiu-Jitsu

Piracicabano busca título do Pan na Califórnia

Thiago Monte embarca para os EUA; luta está marcada para próximo sábado

Thiago Monte, atleta de jiu-jitsu
Thiago Monte, em treino realizado nesta segunda-feira (13) em Piracicaba (Foto: Líder Esportes)

O piracicabano Thiago Monte embarca nesta quarta-feira (15) rumo à Califórnia, nos Estados Unidos, para a disputa do Campeonato Pan-Americano de jiu-jitsu, competição organizada pela IBJJF (sigla em inglês para Federação Internacional de Jiu-Jitsu Brasileiro). O evento será realizado na Univesidade de Irvine e é disputado no sistema de eliminatórias. O atleta, que disputa a categoria máster 2 faixa preto meio-pesado (-88,3 kg), luta no próximo sábado (18).

Aos 37 anos, o piracicabano participa de eventos desde quando começou no esporte, em 2001

Nos EUA, o piracicabano deve encontrar cerca de 20 concorrentes, entre eles mexicanos e norte-americanos, na busca pelo título na categoria. “Serão lutas difíceis, participam da competição atletas renomados como Fábio Leopoldo ou Raphael Abi-Rihan, são caras duros. Estou treinando para ser o primeiro piracicabano campeão pan-americano de jiu-jitsu na faixa preta. É uma responsabilidade muito grande representar a minha cidade nos Estados Unidos. No mínimo, quero chegar às semifinais, mas a expectativa é a melhor possível”, afirmou Monte, que defende a equipe Alliance JJ.

Aos 37 anos, o piracicabano participa de eventos desde quando começou no esporte, em 2001, sob a batuta do mestre Alessandro Bandeira. Campeão paulista categoria absoluto na faixa marrom, atual medalha de ouro sul-americano e vice-campeão mundial de máster em 2009, Monte estabeleceu cinco prioridades para 2017: além do Pan, o atleta visa o Campeonato Brasileiro, Torneio Internacional do Rio de Janeiro, Sul-Americano e o Mundial de Jiu-Jitsu, marcado para o mês de agosto, em Las Vegas.

“Minha ambição no jiu-jitsu é conquistar títulos importantes e, quem sabe, morar nos Estados Unidos e começar a dar aula lá, montar uma equipe da modalidade. O jiu-jitsu é minha vida, foi amor à primeira vista desde que conheci. Não lembro de minha rotina antes do esporte. Hoje, sei que tenho de dar exemplo, a faixa preta me dá a responsabilidade de viver uma vida regrada, de ensinar meus alunos. Além disso, quero dar aulas para crianças, é outro projeto que tenho. Quero ser espelho para o meu filho”, contou.

ADRENALINA

Competir no exterior não é novidade para Thiago Monte. Ano passado, o lutador também esteve na Universidade de Irvine para disputar o Campeonato Pan-Americano e acabou com a terceira colocação. A responsabilidade, agora, é diferente. “Vou participar na faixa preta, o peso é completamente diferente e os holofotes são maiores. A pressão interna é enorme. Tenho condições de ganhar e confio muito em Deus e no meu trabalho”, completou o atleta, que tem apoio de Claudinho Restaurantes, Oss Kimonos, Sindicato dos Metalúrgicos e Vazta Moda Estilos.

Início