Tênis de Mesa

Piracicaba estreia com vitória na Liga Paulista

Destaque da equipe, Ediane Bresciani venceu as duas categorias que jogou

Ediane Bresciani, atleta de tênis de mesa do CCP/APTM
Ediane foi o 'nome' da primeira etapa da Liga Paulista: título em duas categorias (Foto: Líder Esportes)

Piracicaba começou a Liga Paulista 2016 da mesma forma que terminou o ano passado: vencendo. Na etapa de abertura da temporada, realizada no último sábado (27), no Centro Cultural e Recreativo Cristóvão Colombo, a equipe da Selam (Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Atividades Motoras) somou  17.387 pontos, seguida por Santa Bárbara d’Oeste, segunda colocada com 13.074 pontos, e Araras, terceira com 10.390 pontos. Ao todo, 11 cidades participaram da competição.

A delegação piracicabana – representada na Liga Paulista por atletas de CCP/APTM/ETEC/Selam/Liceu e Fran TT/Café Morro Grande – conquistou dez títulos por categoria e, de quebra, faturou o Troféu Eficiência, dado para a equipe que mais fizer pontos em cada etapa. “Fizemos o dever de casa. A Liga Paulista é um excelente treinamento para os atletas mais fortes, para eles pegarem ritmo de jogo. Já para os mais novos, é um grande desafio. Vamos lutar para continuar sempre vencendo”, destacou o treinador Fábio Lopes.

DOSE DUPLA

O maior destaque da equipe piracicabana foi Ediane Bresciani, que venceu as duas categorias que disputou. A atleta do CCP/APTM, que em 2016 recebe subvenção da Lei Pelé por meio da CBC (Confederação Brasileira de Clubes), foi medalha de ouro nas divisões adulto e rating A feminino. Já o estreante Danilo Rolim começou bem a temporada ao faturar o título da classe juvenil 2 masculino. Além deles, a Selam foi campeã da Liga Paulista com os seguintes mesatenistas: Mayara Defavari (campeã mirim), Manuela Godoy (infantil), Djalma Nakashima (mirim 1), Leonardo Poloni (infantil 2), João Largueza (adulto), Carlos Tavares (máster) e Marcos Takaki (especial).

Início