Aikidô

Pela 3ª vez, Piracicaba receberá mestre Yamada

Visita de discípulo do fundador da arte deve atrair 1.000 pessoas à cidade

Roney Rodrigues Filho, técnico de aikidô na Escola Aiki Kaizen
Roney dá a receita para 2017: mão na massa e muito trabalho (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

O ano de 2017 começou a todo vapor na Escola Aiki Kaizen de aikidô, em Piracicaba. Nesta quinta-feira (12), foi confirmada a notícia de que, pela terceira vez consecutiva, a cidade receberá a visita do mestre Yoshimitsu Yamada (8º dan), discípulo de Morihei Ueshiba, fundador da arte marcial japonesa. Perto de completar 80 anos, Yamada estará em Piracicaba entre os dias 9 e 10 de setembro. “Estamos mobilizados desde já para realizarmos o evento. A cidade receberá mais de 1.000 pessoas neste fim de semana, é uma oportunidade para todo mundo”, afirmou o mestre Roney Rodrigues Filho, fundador da Escola Aiki Kaizen.

Perguntado sobre a projeção que faz sobre 2017, Roney revelou a receita que será adotada para continuar expandindo a filosofia da arte: trabalhar muito. “Nosso principal projeto para continuar crescendo é trabalhar muito, é colocar ‘a mão na massa’, motivar o aluno com oportunidades de bons treinos com grandes professores”, contou o mestre. De acordo com ele, entre as atividades programadas pela Escola Aiki Kaizen para a atual temporada estão demonstrações em escolas e organização de seminários internacionais.

ROTINA

Otimista, Roney avaliou o ano passado como ‘maravilhoso’ para o aikidô em Piracicaba. Segundo o mestre, nenhuma dificuldade foi capaz de desanimar o grupo de aikidocas local. “O ano de 2016 foi maravilhoso. Na verdade, não foi diferente de nenhum outro ano. Nós atingimos todas as nossas metas, mas não podemos parar. Claro, tivemos desafios como em qualquer outro anos. Com mais de uma década de história, é natural que isso aconteça, mas não desanimamos em nenhum momento. Desafios são apresentados para serem combatidos e vencidos”, assegurou.

Aliar arte marcial e educação é um dos pilares defendidos pela Escola Aiki Kaizen. A iniciativa compreende o trabalho com crianças a partir de cinco anos de idade. “Somos a primeira escola de Piracicaba a trabalhar com esse público e, ao longo destes anos de experiência, podemos dizer que, independente da idade que se começa, a disciplina, o condicionamento e o controle, todos esses elementos são conquistados com a prática e vivência de compromisso com o tatame. No aikidô, somos educados para a longevidade. A arte transmite sentimentos e valores em cada fase de nossas vidas, é mais uma ferramenta para educação de transformação”, completou Roney.

Início