Futebol

Nhô Quim perde para ‘novatos’ do Mirassol

Time de Evaristo Piza apresenta mau futebol, perde pênalti e sofre derrota

O atacante Rafael Gomes passou em branco mais uma vez em Mirassol (Foto: Mauricio Bento/Líder Esportes)

O XV de Piracicaba conheceu nesta terça-feira (18) sua primeira derrota na Copa Paulista. Jogando fora de casa, o time piracicabano foi superado pelo Mirassol, que utilizou dez jogadores da equipe sub-20 e venceu pelo placar de 2×0, com gols de João Feres e Paraíba. O resultado deixou o Nhô Quim em quinto lugar no Grupo 1, com quatro pontos, fora da zona de classificação para a segunda fase. O Alvinegro volta a atuar no próximo sábado (22), às 16h, quando recebe o Velo Clube pela quinta rodada no estádio Barão da Serra Negra.

Apenas 109 pessoas pagaram ingresso para acompanhar a partida

No segundo jogo sob o comando de Evaristo Piza, o XV repetiu a escalação pela terceira vez na competição: Mateus Pasinato; Crystian, Lucas Cunha, Pablo e Rafael Rosa; Gilson, Bruno Formigoni e Léo Carvalho; Washington Tito, Bruninho e Rafael Gomes. O adversário, dirigido pelo ex-quinzista Moisés Egert, entrou em campo com uma formação jovem, com média de idade de 19,2 anos. No time titular do Mirassol, apenas o volante Paraíba é jogador profissional; os demais pertencem às categorias de base.

A equipe da casa começou a partida mais ligada que o XV: em dez minutos, foram duas finalizações do camisa 9 João Feres que testaram Mateus Pasinato. O Nhô Quim assustou o rival pela primeira vez aos 15min, em finalização de Washington Tito que desviou no zagueiro Danilo Boza e saiu pela linha de fundo. O panorama registrava equilíbrio entre os dois times. O Mirassol tinha a posse de bola, mas encontrava dificuldades para desenvolver o jogo; o Alvinegro jogava no erro do adversário, porém, também falhava na hora de criar.

As melhores chances antes do intervalo aconteceram em lances de bola parada: aos 33min, Matheus Gabriel cobrou falta no ângulo e o xará Pasinato voou para salvar o XV; três minutos depois, Rafael Santos levantou a bola para a área e o camisa 9 João Feres, livre de marcação, testou sem chances para o goleiro: 1×0. Nos vestiários, Evaristo Piza precisou gastar a primeira substituição: lesionado no ombro, Mateus Pasinato saiu para a entrada de Leonardo. O XV voltou melhor para o segundo tempo e quase empatou aos 3min, quando Washington Tito exigiu boa defesa de Matheus Aurélio.

DEFINIÇÃO

O goleiro foi também o responsável por evitar o gol de Rafael Rosa, aos 20min. E, quando não poderia fazer nada, o camisa 1 do Mirassol apenas observou como a bicicleta de Washington Tito raspou a trave. A pressão do XV, porém, resultou em nada. O quadro ficou pior aos 40min, quando Paraíba aproveitou a única oportunidade do Mirassol no segundo tempo e acertou o ângulo de Leonardo: 2×0. O time piracicabano ainda tentou reagir no lance seguinte, após o lateral Crystian sofrer pênalti. Na cobrança, Matheus Aurélio defendeu o chute de Bruninho e fez a festa dos 109 pagantes no estádio José Maria de Campos Maia.

FICHA TÉCNICA

MIRASSOL FUTEBOL CLUBE

2   MIRASSOL

Matheus Aurélio; Guilherme Castilho, Matheus Felipe, Danilo Boza e Rafael Santos; Paraíba, Jardisson (Riccieli), Luís Oyama (Lucas Ceará) e Matheus Gabriel; Lucas Rodrigues e João Feres (Kairon). Técnico: Moisés Egert

Esporte Clube XV de Piracicaba

0   XV DE PIRACICABA

Mateus Pasinato (Leonardo); Crystian, Lucas Cunha, Pablo e Rafael Rosa (Gabriel Spadottin); Gilson (Alisson Costa), Bruno Formigoni e Léo Carvalho; Washington Tito, Bruninho e Rafael Gomes. Técnico: Evaristo Piza

Gols: João Feres (MIR) aos 36min/1ºT; Paraíba (MIR) aos 40min/2ºT | Árbitro: Salim Fende Chavez | Cartões amarelos: Kairon e Lucas Ceará (MIR); Lucas Cunha e Gilson (XV) | Público: 109 pagantes | Renda: R$ 1.010,00

Início