Futebol

Nhô Quim empata, avança, mas critica arbitragem

Time piracicabano está classificado para o mata-mata do Campeonato Paulista

Francana 2x2 XV de Piracicaba - Futebol Feminino
O jogo em Franca foi bastante polêmico e gerou protesto do técnico Leandro Silva (Foto: Vitor Prates)

Em partida realizada na manhã deste domingo (19) no estádio José Lancha Filho, em Franca, a equipe feminina do XV de Piracicaba empatou por 2×2 com a Francana. Com o resultado, o Alvinegro garantiu com duas rodadas de antecedência a classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista – terceiro colocado com 19 pontos, o time piracicabano tem cinco de vantagem para a equipe de Franca, quinta colocada, mas os confrontos diretos nas duas últimas rodadas garantem matematicamente a vaga alvinegra para o mata-mata.

Precisando do resultado, as donas da casa atacaram desde o apito inicial e abriram o marcador logo aos 2min, com gol de Luana. Aos 18min, o XV de Piracicaba conseguiu o empate com Marcela, que marcou pela segunda rodada consecutiva. Na etapa complementar, o time piracicabano ficou à frente do marcador, quando aos 26min Iara Negueba balançou a rede. O time da casa só conseguiu empatar nos acréscimos. Aos 47min, Annaysa marcou o gol de empate dando números finais à partida – a Francana ainda desperdiçou um pênalti com o placar em 1×1.

AVALIAÇÃO

O técnico do XV de Piracicaba, Leandro Silva, valorizou o empate fora de casa e aproveitou para ‘alfinetar’ a arbitragem. “Foi uma partida bem movimentada, pois sabíamos que a Francana viria para cima por precisar do resultado. Tomamos o gol logo no início, mas buscamos o empate ainda no primeiro tempo. Viramos o jogo no segundo tempo e seguimos pressionando, mas sofremos o empate nos acréscimos em contra-ataque. Tivemos que superar os erros de arbitragem, com dois pênaltis não marcados a nosso favor e um marcado contra nós”, disse.

O empate diante da Francana classificou o Alvinegro para a próxima fase do Campeonato Paulista. “O empate foi bom, pois nos deu a classificação, mas não era o que estava nos nossos planos, pois queríamos a segunda colocação e não temos mais chances”, complementou o treinador. O time piracicabano está invicto há oito jogos e não perde uma partida oficial desde o dia 17 de abril, quando foi derrotado em casa pelo Rio Preto. No próximo domingo (26), a equipe viaja para Osasco, onde encara o Corinthians, às 10h, no estádio José Liberatti.

Início