Karatê

Natalia Brozulatto faz ‘dobradinha’ no Brasileiro

Hernani Veríssimo fica com a medalha de prata na etapa zonal em Vitória (ES)

*Capa: Geraldo de Paula

Com direito a título individual e por equipes, Natalia Brozulatto fez valer o favoritismo e conquistou neste fim de semana a etapa zonal do Campeonato Brasileiro de karatê, competição disputada em Vitória (ES) e que deu vaga aos quatro melhores colocados de cada categoria para a fase final do Nacional, agendada para o mês de outubro, em Salvador (BA). A atleta de Piracicaba foi o destaque do evento na categoria -68 kg. A equipe comandada pelo técnico Diego Spigolon classificou os oito karatecas inscritos para a decisão do Campeonato Brasileiro.

“Disputei o Campeonato Brasileiro Zonal pelo meu Estado, será sempre uma honra defender a bandeira de São Paulo. Por motivos profissionais, defendi o Estado de Santa Catarina por alguns anos e, depois de muito tempo, voltei a subir ao lugar mais alto do pódio pelo Estado de São Paulo, com muita honra e satisfação por isso, contribuindo para que a Federação Paulista de Karatê se consagrasse campeã geral. Além disso, com muito orgulho defendo a bandeira do Exército Brasileiro e faço parte do time de sangue verde oliva”, escreveu Natalia nas redes sociais.

SURPRESA

A Sport Way/Selam/AFPMP/JF Comercial/Onodera/Apreciate/Vertra/Sorvetes Noblita também chegou ao lugar mais alto do pódio com Maria Eliza (categoria -55 kg) e Nádia Borges (kyu abaixo, +59 kg). Aline de Paula, Francielle Lima e Frederico Felipe encerraram a participação com a medalha de bronze. A surpresa foi o vice-campeonato de Hernani Veríssimo na disputa individual na classe -75 kg. Foi a terceira competição que o atleta não venceu nas últimas 17 que participou. No total, 1.375 lutadores de 14 estados foram inscritos na etapa zonal do Brasileiro.

“O Hernani estava bem na competição individual, ganhando a decisão contra um ex-atleta da seleção brasileira. Ele estava vencendo a final por 2×1, mas tentou um ataque quando não havia necessidade nos segundos finais e acabou perdendo no contra-ataque. É uma pena, mas serve de aprendizado para eventos futuros”, completou o treinador. Hernani e Natalia voltam a competir no dia 26 de junho, quando se apresentam à seleção brasileira para a disputa do Campeonato Sul-Americano em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia.

Início