Opinião

Nada decidido

A frase mais falada nesta semana é: “Não será fácil para o XV de Piracicaba passar pelo Votuporanguense”. Eu concordo! Porém, se analisarmos friamente, vem à mente a seguinte pergunta: “Se está difícil para XV, que pode perder por um gol de diferença para avançar de fase, imagine para o Votuporanguense, que precisa vencer por dois de diferença, na casa do adversário, com a expectativa de 5.000 torcedores no estádio incentivando o Alvinegro?”

Não dá para negar que o ambiente é propício para um jogo emocionante do início ao fim. Nas ruas, nos deparamos com torcedores que pouco vão ao estádio perguntando sobre a partida. De um lado, o Votuporanguense, que conta com o retorno do atacante Anderson Cavalo, que está afastado por 26 jogos, mas conseguiu efeito suspensivo e jogará contra o XV, além do meia Paulo Josué, responsável pelo setor de criação da equipe. Os dois atletas são os principais destaques do CAV.

Já o XV de Piracicaba conta com o apoio de sua torcida e vive seu melhor momento na Copa Paulista, tendo vencido os últimos três jogos sem sofrer gols. O meia atacante Romarinho tem sido decisivo, é o artilheiro da equipe com sete tentos marcados.

Na edição 2016 da Copa Paulista, o XV ainda não perdeu no Barão da Serra Negra. Foram sete vitórias e dois empates, com aproveitamento de 85,18% dos pontos. Em casa, foram apenas três gols sofridos e 16 marcados. Outro detalhe importante é que, em 19 jogos, nenhuma equipe marcou dois gols no Nhô Quim. O Votuporanguense venceu apenas três dos oito jogos que disputou fora de casa, tendo empatado outras três vezes. Seu aproveitamento como visitante é de 50%. Os números são favoráveis ao XV, mas eles não entram em campo.

Vai XV, falta pouco!

Marcelo Sá é radialista e jornalista na Rádio Jovem Pan News Piracicaba

Início