Kickboxing

Motivado, Piacentini quer derrubar boliviano

Lutador piracicabano disputa WGP 31 em casa no próximo sábado (2)

Gustavo Piacentini é o maior nome do kickboxing piracicabano na atualidade (Foto: Líder Esportes)

Finalista do GP peso leve (60 kg), realizado na edição 29 do WGP, o piracicabano Gustavo Piacentini volta a disputar a competição com motivação extra: escalado para o card principal do maior evento de luta em pé da América Latina, Piacentini disputa o WGP 31 em casa. O evento acontece neste sábado (2), no Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas. A programação tem início às 18h e conta com a transmissão do Bandsports, Canal Combate e Esporte Interativo a partir das 20h, quando tem início o card principal.

“Lutar em minha cidade realmente é uma experiência única e que vem me motivando demais. Só de saber que vou poder contar com a torcida em massa da galera da minha terra é algo sensacional, um motivo para me doar mais e fazer o impossível para vencer a luta”, disse o lutador. O piracicabano vai enfrentar o boliviano Renzo Martinez, campeão nacional, mas garante que já tem a estratégia pronta para despachar o oponente – na última edição do WGP em que participou, em Maringá (PR), Gustavo Piacentini venceu Bruno Cerutti nas semifinais e perdeu para Hector Santiago em decisão bastante equilibrada.

“O mais importante para esta luta é ser mais agressivo do que fui na última, quando quase fui campeão do GP. Vou buscar machucá-lo mais. Conheço um pouco sobre o Martinez e se que ele tem um volume muito bom em seus combates. Acho que a questão da força vai ser muito importante para me dar a vitória”, opinou o atleta,  que somadas as competições amadoras e profissionais, tem um cartel de 57 lutas no kickboxing, sendo 51 vitórias, cinco derrotas e um empate.

Gustavo Piacentini x Renzo Martinez - WGP 31

Fonte: WGP

Início