Kickboxing

Motivado, Piacentini defende título estadual

Piracicabano tenta o quinto título paulista antes de disputar cinturão nacional

Gustavo Piacentini e Felipe Artillero, lutadores de kickboxing
Gustavo Piacentini ao lado de Felipe Artillero, em treino realizado nesta semana (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Depois de encerrar o ano passado com a medalha de ouro no Pan de Cancún e iniciar 2017 com 50 dias de pré-temporada na Espanha, o lutador Gustavo Piacentini estreia nesta sexta-feira (21) na atual temporada. O primeiro compromisso do atleta está marcado para a cidade de Itu, que recebe o Campeonato Paulista de Kickboxing. Atual tetracampeão paulista, o piracicabano ainda não está no auge da forma física, mas considera que entrará no ringue em condições ideais para brigar pelo quinto título estadual.

“O preparo físico e técnico estão muito bons, me sinto muito bem mesmo sendo uma estreia. Em relação à ansiedade, realmente estou ansioso para colocar as questões físicas e técnicas à prova em uma competição oficial”, disse Piacentini, que não vê o fator estreia como ‘desculpa’ para o desempenho em Itu. “A responsabilidade sempre existe, é estreia para mim e para muitos outros atletas também, então não dá para usar isso como desculpa”, rebateu o lutador, que tem duas prioridades definidas para 2017: o Mundial, em outubro, e o Sul-Americano, em novembro. O preparador Bilico Carvalho é responsável pelo trabalho físico feito com o atleta, enquanto os aspectos táticos e técnicos ficam a cargo de Marcos Ribeiro e Wilson Teodoro.

Dono de um cartel com 72 lutas entre eventos amadores e do circuito profissional, com 65 vitórias, seis derrotas e um empate, Piacentini não acredita que entrará mais pressionado que os adversários em Itu. De acordo com o atleta, a situação é encarada com naturalidade. “A confiança existe devido aos últimos resultados positivos da temporada passada e pelo meu rendimento hoje. A pressão eu espero sempre, mas tento não deixar isso interferir”, opinou o piracicabano, que encerrou 2016 com o ouro no Pan de Cancún, o tetracampeonato da Copa do Brasil e hexa dos Jogos Abertos do Interior.

PRIORIDADES

Um mês após o Paulista, Piacentini tem luta confirmada na busca pelo cinturão nacional. Perguntado sobre uma possível interferência no jogo que pretende utilizar no Estadual, o atleta prefere enxergar a situação sob outro ponto de vista. “Eu sempre tento colocar a próxima competição como a mais importante, mas, quando se tem uma outra luta mais valorizada e tão próxima, não dá para separar as coisas. Mesmo no Paulista, meu foco está sendo pela disputa do cinturão. E isso é bom, pois não quero realizar uma disputa de cinturão nacional e ter um mau desempenho no estadual. É uma motivação para mim”, completou o atleta, que em 2017 tem o apoio da academia Fit Me, MP Suplementos e Selam.

Início