Jiu-Jitsu

Monte fecha acordo e quer título brasileiro

Lutador piracicabano assina contrato de patrocínio e se vê como favorito

Thiago Monte, atleta de jiu-jitsu
Thiago Monte diz que entra como favorito no Campeonato Brasileiro (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Campeão paulista categoria absoluto na faixa marrom, atual medalha de ouro sul-americano e vice-campeão mundial de máster em 2009. Dono de um currículo sólido no jiu-jitsu, o piracicabano Thiago Monte anunciou nesta terça-feira (4) o acerto com a Oss Kimonos, nova patrocinadora do atleta. O acordo, assinado na sede da empresa, em Paulínia, é válido por um ano e inclui o fornecimento de material esportivo e salário para competições. Aos 37 anos, o piracicabano defende a equipe Alliance Rio de Janeiro e participa de eventos desde quando começou no esporte, em 2001, sob a batuta do mestre Alessandro Bandeira.

“É uma conquista muito grande para mim, qualquer atleta encontra inúmeras dificuldades nesse sentido. Estou colhendo frutos do trabalho que comecei em 2001”, afirmou o lutador, que ainda conta com apoio de Claudinho Restaurantes, Oss Kimonos, Sindicato dos Metalúrgicos e Vazta Moda Estilos. Em relação ao calendário, Thiago Monte estabeleceu cinco prioridades para 2017: além do Pan realizado na Califórnia, quando acabou lesionado, o atleta visa o Campeonato Brasileiro, Torneio Internacional do Rio de Janeiro, Sul-Americano e o Mundial de Jiu-Jitsu, marcado para o mês de agosto, em Las Vegas.

O próximo desafio é o certame nacional, agendado para acontecer entre os dias 25 e 30 de abril nas dependências do Ginásio Poliesportivo José Corrêa, em Barueri. O atleta participa da categoria médio (82,3 kg) com quimono, faixa preta máster 2. Perguntado sobre a lesão na coxa que o deixou fora do Pan, nos Estados Unidos, Thiago Monte diz que está quase recuperado. “Estou com 70% do que posso chegar. Já fiz alguns treinos fortes e não senti dor, estou confiante. Venho fazendo o treino específico, parte de jiu-jitsu para competição”, disse.

A expectativa é chegar com 100% das condições ao Campeonato Brasileiro. O lutador, inclusive, não adota nenhum clichê quando é questionado sobre as possibilidades de título que tem no torneio. “Eu sinceramente me vejo como um dos favoritos, pois estou treinando para isso. Sei que vou encontrar atletas de alto nível, os melhores da categoria. Vou lutar uma categoria abaixo do que estou acostumado após mais de dez anos, mas não acredito que vou ter dificuldades. Me sinto forte e rápido”, completou.

Início