Humor

Moleque Travesso? Donde?

Destemidos e valentes, vô pra São Paulo voando. Red Bull me deu asas. Olimpíada? Meu XV num joga e num vejo. Tô com dor nas escadeira de tanto pulá pra comemorá gor do XV. Ô vida boa! E o colega perguntô o que eu achei do desfile. Falei que achei pouco. Perdemo muito gor. Mais ganhemo de novo. Fincamo 1×0 no crássico dos energético. Manja? Anuncie aqui! E quem deu a fubecada? O mito. Deusdolfo. O exterminador da maldição da camisa 9. Rodorfo. O gor feito homem (fuço!). Chega, né? Tô parecendo coió. Na vida, tem duas certeza: uma é que o Rodorfo vai fazê gor; a otra é que o Artêmio de Lelo vai pegá sargadinho do camarote. Segue o jogo!

Moleque Travesso? Donde? Rua Javari vai pará domingo pra ver o XV jogá. Plantão Joaquim da Serra Negra informa: rapaiz da Mongólia é ouro no Rio de Janeiro e já tem mais título que a Ponte Preta. Zoei? Zoei sim! Num perdo deles desdo século passado e ano que vem vô continuá invicto. Invicto? Passei pra lembrá que o XV não perdeu uma na Copa Paulista. E o tiozinho do lanche: “Olha o cachorro-quentxi!” (Fiapo!). Daqui a poco vão vender pipoca ‘mamãe passou mantega em mim’. Deusolivre!

E a homenagem pro Creitinho. Deu sorte. Já pensô? “E agora vamo menageá o atreta Creiton”. Cruizcredo! Partiu São Paulo? E vamo em bem mais que meia dúzia. Palpite do Joaquim: Juventus 1×3 XV de Piracicaba. Gor do Cersinho. E prepara o nabo que em 2017 eu tô viajando o país na Série D. Rumo ao título e depois dá aquele pulinho em Aparecida pra agraciá. Aqui a gente vai sempre pra frente, outra vitória conquistar. Como diz o nosso hino!

Joaquim da Serra Negra é filho do Barão, torcedor fanático do XV e está rezando pela recuperação de Marcella Damas

Início