Canoagem

Mais maduro, Thiago Serra disputa Mundial

Atleta de Piracicaba participa da competição internacional na Eslováquia

Thiago Serra, atleta da Associação de Canoagem de Piracicaba
O piracicabano Thiago Serra representa o Brasil no Mundial da Eslováquia (Foto: Arquivo Pessoal)

Está chegando a hora. No dia 18 de julho, o piracicabano Thiago Serra inicia na Eslováquia a disputa do Campeonato Mundial Júnior e Sub-23 de canoagem. A competição, que se encerra dia 23, acontece na cidade de Bratislava. A vaga foi conquistada em maio pelo atleta da Ascapi (Associação de Canoagem de Piracicaba) na Seletiva Nacional, disputada nas corredeiras artificiais da Usina Hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR). Após três provas e o descarte do pior resultado, previsto no regulamento, Serra encerrou a seletiva em terceiro lugar na categoria sub-23.

A classificação para o evento internacional premia o trabalho de recuperação realizado pelo atleta piracicabano desde 2014, quando fraturou a patela do joelho direito e ficou afastado da canoagem por aproximadamente seis meses. A volta às águas, porém, foi mais rápida do que o imaginado e, em 2015, o canoísta retornou à seleção brasileira na categoria C1 (canoa individual).  No dia 10, Serra embarcou rumo ao Leste Europeu em busca do título mundial.

“Nesta última seletiva, a pressão foi enorme devido ao número de provas internacionais envolvidas e é inevitável o atleta não se sentir pressionado, ainda mais agora que os atletas brasileiros estão subindo de nível e a disputa acaba ficando sem margem para erros. Fiquei fora de outras provas internacionais por conta de algumas penalidades que cometi durante a seletiva, mas encaro isso como uma experiência a mais para o Mundial. A pressão, bem canalizada, é administrada e nos deixa alerta. É isso que quero buscar equilibrar para o Mundial”, disse.

MATURIDADE

Apesar da pouca idade, o piracicabano de 23 anos garante ter bagagem suficiente para chegar maduro ao evento na Eslováquia. “Acredito que o auge ainda está por vir, mas não posso esquecer o que aconteceu ao longo da minha carreira, especialmente ano de 2015. Foi uma temporada incrível, consegui remar todo o circuito internacional. Para mim, foi uma grande experiência e até hoje é um momento muito especial, quando estive concorrendo com os melhores do mundo. Agora, mais maduro e equilibrado, acredito que consigo ir ainda mais longe”, completou Serra.

Início