Muay Thai

Lukas Bueno analisa semestre: ‘Muito positivo’

Treinador enaltece desempenho de atletas e vê grupo em fase de crescimento

Lukas Bueno, treinador de muay thai na equipe Inside
Lukas Bueno, treinador de muay thai da equipe Inside (Foto: Leonardo Moniz/Líder Esportes)

Após a maratona de maio, que teve cinco competições oficiais entre muay thai e kickboxing, o treinador Lukas Bueno finalmente pôde parar para analisar o primeiro semestre da equipe Inside que leve seu nome. A avaliação é bastante positiva: atletas em alta, competição local finalizada com êxito e projeção animadora para a segunda metade do ano. “Foi além do que imaginávamos, mas temos de continuar trabalhando para colher mais frutos”, disse Bueno. Nesta entrevista, o técnico faz um raio-X de como viu o desempenho da Inside Lukas Bueno desde janeiro.

LÍDER: De modo geral, qual é a avaliação que você faz do primeiro semestre da equipe?
A avaliação é bastante positiva e os resultados provam que o trabalho está na direção certa. Nós tivemos 76% de aproveitamento e isso me deixou muito feliz com o que apresentamos. A equipe participou de grandes eventos, como o Fight Plus, classificamos o Jeferson (Vieira, lutador) para o Fight Pro, que é um evento profissional. Além disso, ninguém se lesionou, graças a Deus. Foi uma primeira metade de ano bastante satisfatória para nós.

LÍDER: Do ponto de vista técnico, quais atletas mostraram maior crescimento?
É difícil apontar individualidades, mas há que se destacar o trabalho que o Jeferson tem feito. Ele está muito bem, nos próximos meses vai disputar três cinturões e hoje recebe apoio de nutricionista e na parte da preparação física. É um atleta que está levando o nome de nossa equipe e isso nos deixou muito orgulhosos neste início de ano. O Jeferson está treinando muito e claro que isso faz toda a diferença. De modo geral, a equipe toda está crescendo.

‘Acredito que a competição incentivou o grupo: o pessoal está perdendo aquele ‘medo’ natural, e isso uniu muito a equipe’

LÍDER: O Inter Inside Piracicaba atendeu as expectativas criadas pela organização?
No meu ponto de vista, superamos as expectativas. O evento teve saldo muito positivo no aspecto do nível técnico, na parte da organização, e ainda tivemos alguns bons destaques, como o Joãozinho Osti, que é um talento que estamos revelando e surpreendeu positivamente no Inter Inside Lukas Bueno. Além disso, acredito que a competição incentivou o grupo: o pessoal está perdendo aquele ‘medo’ natural, e isso uniu muito a equipe.

LÍDER: Qual a projeção para o segundo semestre?
Serão mais seis meses com muitas competições. Temos um evento dia 18 em Extrema (MG) e o Fight Pro, que faz parte do circuito profissional dia 22 de julho. Particularmente, volto a lutar na primeira edição do Vargem Muay Thai Festival, em agosto, quando disputo o cinturão da categoria 85 kg. Em setembro, o Jeferson luta pelo Campeonato Brasileiro. Enfim, vamos com força total para o segundo semestre.

Início